Fabrício Bruno pede rescisão indireta de contrato com o Cruzeiro e cobra R$ 4 milhões na Justiça do Trabalho

O zagueiro alega atrasos no FGTS, direitos de imagem e outros débitos do clulbe com o jogador, de 23 anos, revelado pela base celeste 

Lance

Lance

Lance

Após o meia Thiago Neves acionar o Cruzeiro na Justiça do Trabalho, cobrando R$ 16 milhões do clube azul, outro jogador do elenco está processando a Raposa. O zagueiro Fabrício Bruno, de 23 anos, também entrou com uma ação na Justiça do Trabalho, pedindo rescisão de contrato com time celeste, além de cobrar R$ 4 milhões.

O zagueiro cobra na ação judicial pagamentos atrasados dos direitos de imagem, entre os meses de junho a novembro de 2019, além do não depósito das parcelas do FGTS desde maio. Outros valores cobrados são multas, verbas rescisórias e parcela do 13º não quitadas segundo a ação do defensor contra o clube.

Fabrício Bruno é um zagueiro revelado na base celeste e teve um bom ano de 2019, sendo titular em diversas partidas, sendo um dos poucos que se salvaram na vexatória campanha que rebaixou a Raposa para a Série B. Em 2019, Fabrício Bruno tem 34 jogos e um gol marcado pela equipe celeste.

Recentemente, o Cruzeiro revelou que recusou R$ 13 milhões do Celtic-ESC para contar com o futebol do zagueiro, que tem vínculo com o Cruzeiro até dezembro de 2021.