Lance Esposa de atleta do Shakhtar Donetsk diz não ter ajuda de embaixada brasileira: 'É mentira'

Esposa de atleta do Shakhtar Donetsk diz não ter ajuda de embaixada brasileira: 'É mentira'

Lateral Vinicius Tobias e blogueira Ingrid Tobias estão presos na Ucrânia com outros atletas brasileiros em hotel

Lance
Lance

Lance

Lance

A esposa do lateral Vinicius Tobias, revelado pelo Internacional em 2021 e vendido ao Shakthar Donetsk, foi às redes sociais nesta quinta-feira para dizer que não estão sendo amparados pela embaixada brasileira na Ucrânia. O casal e outras famílias de atletas estão presas em um hotel em meio a invasão russa ao país.

> Confira as tabelas dos campeonatos estaduais e simule os resultados!

- Estão saindo notícias no Instagram, nas redes sociais, que a embaixada brasileira tirou a gente daqui e vai conseguir tirar a gente daqui, e gente é tudo mentira. Eles não se pronunciaram até agora. A gente liga lá e eles falam que é para manter a calma e que também não podem fazer nada, então não acreditem em qualquer notícia - disse Ingrid Tobias em seus Stories do Instagram.

- A gente está em hotel, trancado, 37 famílias pedindo por socorro, crianças, idosos. Então, gente, não fiquem passando notícias 'fake'. E tentem espalhar o vídeo que a gente postou para alcançar mais gente e termos recursos de sair daqui, porque não está fácil - acrescentou a blogueira.

+ Veja quem são os brasileiros que jogam na Ucrânia

O lateral também foi às redes sociais para pedir calma de seus seguidores, afirmando que estão bem mas que precisam da ajuda dos internautas para chamar a atenção do governo brasileiro.

- Pessoal, muitos de vocês estão me mandando muitas mensagens, peço que todos fiquem calmos que a gente está tentando ficar calmo aqui. Peço que continuem divulgando tudo para a gente sair daqui o mais rápido possível - escreveu o atleta.

ENTENDA O CASO
Desde 2014, a região de Donetsk se declarou independente da Ucrânia e por conta dos conflitos geopolíticos, o Shakhtar teve que deixar a cidade de origem e atuar em Kiev. O mesmo acontece com a região de Luhansk. Na última segunda-feira, Vladimir Putin, presidente da Rússia, reconheceu a independência das duas províncias.

Nesta quinta-feira, a Rússia decidiu invadir militarmente a Ucrânia com o argumento de que está atuando em defesa das reivindicações territoriais. No entanto, há pouco esclarecimento se a nação de Putin busca apenas garantir a soberania de Donetsk e Luhansk ou se planeja se expandir territorialmente.

Últimas