Lance ESPN assume atividades do Fox Sports e sede do Rio será desativada

ESPN assume atividades do Fox Sports e sede do Rio será desativada

Prédio onde funciona o 'Fox' desde 2016 na Barra da Tijuca estará à venda. Gerentes que permaneceram no Grupo Disney estão de mudança para São Paulo

Lance
Lance

Lance

Lance

A sede dos canais 'Fox Sports', na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, onde a emissora funciona desde 2016, será desativada e posta à venda. Com isso, a 'ESPN' assume as atividades da co-irmã, diretamente de São Paulo, sob a batuta da Disney. A informação foi dada pelo colunista do 'R7', Flávio Ricca.

A 'ESPN' comandará as operações da sede do Sumaré, na capital paulista. A última transmissão coordenada pelo Fox no Rio de Janeiro foi Grêmio e Santos pela Libertadores. Gerentes que permaneceram em seus cargos, como Sidney Bortotto e Fernando Moraes, estão de mudanças para São Paulo. No geral, o que se vê é um cenário de muitas demissões.

Quando adquiriu os direitos da marca 'Fox Sports' e toda a operação da emissora no Brasil, a Disney teve que acatar algumas regras do Cade para que a operação fosse concluída. Uma delas é a obrigação de manter o canal em pleno funcionamento até o dia 31 de dezembro de 2021, o que, ao menos em tese, dava uma segurança para inúmeros funcionários do canal azul. Na prática foi um pouco diferente.

Cortando custos e implementando seu modelo de administração, a 'Disney' operou mudanças quase que de imediato como parte da fusão. Com intuito de pregar que as emissoras, que um dia foram concorrentes diretas e agora são co-irmãs, buscou integrar a programação dos canais em uma só. Depois, aboliu programas do 'Fox Sports' que tinham formatos semelhantes aos que já eram transmitidos na 'ESPN' na mesma faixa de horário.

Últimas