Lance Em temporada de artilheiro pelo Palmeiras, Gustavo Gómez é arma ofensiva para o clássico

Em temporada de artilheiro pelo Palmeiras, Gustavo Gómez é arma ofensiva para o clássico

Paraguaio faz sua melhor temporada no setor ofensivo e estará em campo no Choque-Rei

Lance
Lance

Lance

Lance

Nove jogos, seis gols marcados e um dos artilheiros do Palmeiras no Campeonato Brasileiro. Quem olha para esta marca logo imagina que se trata de um atacante goleador, mas na verdade são os números de um zagueiro: Gustavo Gómez.

O paraguaio já foi às redes por seis vezes só no Brasileirão, dividindo a artilharia com Rony, e faz a melhor temporada - ainda que ela esteja na metade - de sua carreira quando o assunto é bola na rede.
AdChoicesPUBLICIDADE
GALERIA
> Neto detona Deyverson após ser provocado: lembre as tretas entre os dois

TABELA
> Veja a tabela do Campeonato Brasileiro


O número de gols marcados em seis meses de temporada já ultrapassou o melhor ano do beque pelo Verdão. Os 23 gols pelo clube estão divididos ao longo de cinco anos. Em 2019 e 2020, foram cinco bolas na rede em cada ano, seguido por quatro gols marcados em 2021 e, por fim, três tentos em seu primeiro ano com a camisa alviverde, em 2018.

A comemoração à la boxeador já se tornou uma marca registrada de Gómez. E basta o meio-campista Gustavo Scarpa ir para cobrança de escanteio que a torcida já se anima. Isso porque quatro dos seis gols do zagueiro saíram desta forma.

- É bom demais ter caras bons na área, me dá confiança. A minha função é simplesmente colocar a bola em um lugar específico porque eu tenho certeza de que algum deles, seja Gómez, Murilo, Luan ou Rony, vai tocar na bola e é muito legal quando dá certo porque são jogadas que treinamos muito - falou Scarpa.

O camisa 15 palmeirense atuou improvisado na lateral direita nos últimos dois jogos, quando Abel Ferreira não podia contar com Marcos Rocha e Mayke, aparecendo como um terceiro zagueiro em alguns momentos.

Contra o São Paulo nesta noite, às 20h, no Morumbi, pelo primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil, o paraguaio deve retornar à sua posição de origem, função que exerce com competência. A defesa palmeirense, inclusive, é a menos vazada do Brasileirão, com oito gols sofridos em 13 jogos.

Últimas