Lance Em meio à pandemia, projeto social entrega cestas básicas a funcionários e atletas da base do Bangu

Em meio à pandemia, projeto social entrega cestas básicas a funcionários e atletas da base do Bangu

Na semana do aniversário do alvirrubro, ação contempla profissionais de serviços essenciais e jogadores em vulnerabilidade econômica diante do isolamento social

Lance
Lance

Lance

Lance

Os funcionários do Bangu tiveram uma grata surpresa na última segunda-feira, em Moça Bonita. Por conta das paralisações nas atividades causadas pela pandemia do novo coronavírus, a ONG 'Craques da Paz' distribuiu 25 cestas básicas para funcionários que compõem o quadro de serviços essenciais e de manutenção do clube, além de mais dois atletas da base que estão em situação de vulnerabilidade econômica.

A ação também contou com a presença do auxiliar técnico Ado Souza e do supervisor de futebol profissional Mário Emílio Xavier, que ajudaram na organização e na distribuição dos alimentos. Com cinco anos de existência, o Projeto Social 'Craques da Paz' é presidido por Fábio de Jesus, ex-gerente de futebol do Bangu, que atualmente comanda o departamento de scout do Flamengo.

De acordo com Ricardo Pinudo, coordenador geral da ONG, o projeto recebe ajuda de atletas de alto rendimento de clubes de elite e de empresários de futebol. A proposta neste momento visa amparar funcionários, jogadores profissionais e de base de equipes de menor investimento a fim de minimizar os impactos causados pelas paralisações das competições.

- Nós estamos oferecendo 500 cestas básicas e estamos por etapa. Fizemos esta ação primeiro no America, agora no Bangu e está agendada nossa visita no Olaria, na Portuguesa e em dois clubes amadores. Esperamos continuar recebendo doações para passar dessa quantidade que temos e ajudar mais pessoas. Nosso objetivo é que mês que vem consigamos dar continuidade a esse amparo, pois não sabemos quanto tempo vai demorar essa paralisação e se os clubes vão voltar a ter autonomia de gerar seus recursos - destacou Ricardo Pinudo.

Dentre os contemplados, o meia Victor, que compõe o sub-20 do Bangu, explicou que a ajuda será importante por conta de sua mãe estar desempregada, já o porteiro Gilson Nonato agradeceu e não escondeu a felicidade e o maqueiro Fredes Ignácio reforçou os votos de esperança.

- Foi muito bom, devido a esse problema que está passando no mundo. Ela vem em boa hora, já que não podemos sair nas ruas. Temos muito a agradecer aos Craques da Paz e, se Deus quiser, vamos superar esse problema – ressaltou Fredes.

Últimas