Em jogo de gols nos acréscimos, São Paulo fica no empate com o Ceará

Tricolor, no fim do primeiro tempo, saiu na frente do marcador, mas sofreu o empate no fim da etapa final após vacilo de Léo que desviou chute e matou chance de defesa de Volpi


O São Paulo visitou o Ceará na noite deste domingo, e ficou no empate pelo placar de 1 a 1 nesta reta final de Campeonato Brasileiro. Depois de um primeiro tempo quase todo sem inspiração por ambos os lados, a partida melhorou bastante e o resultado foi o adequado dentro dos desempenhos das equipes. O detalhe do duelo ficou por conta de os dois gols terem sido marcados nos acréscimos - o Tricolor no do primeiro tempo, com Vitor Bueno, e o Vozão no do segundo, com Felipe Baxola, após desvio decisivo de Léo.

Com o resultado, o São Paulo chegou a 54 pontos, na sexta colocação do Campeonato Brasileiro, último dentro da faixa de classificação para a fase de grupos da Conmebol Libertadores de 2020. O Ceará, por sua vez, chegou a 37 pontos, em 15º lugar, e segue na briga contra o rebaixamento. Ambas as equipes voltam a campo no meio de semana - enquanto na quarta-feira os cearenses visitam o Flamengo, já campeão da competição, os paulistas recebem o Vasco no dia seguinte.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR E SIMULAR A TABELA DA COMPETIÇÃO

SEM INSPIRAÇÃO
Praticamente todo o primeiro tempo da partida foi sofrível. O São Paulo tinha a posse de bola, mas não apresentava perigo. O Ceará trabalhava no contra-ataque, mas também pecava na hora da finalização. Em um lance isolado, quando a troca de passes enfim funcionou, Igor Gomes perdeu uma chance na cara do gol defendido por Diogo Silva, recebendo excelente passe de Daniel Alves aos 26 minutos. Os cearenses foram responder somente aos 44, quando Wescley aproveitou falha de Arboleda e obrigou o goleiro Tiago Volpi a fazer grande defesa.

JOGO MELHORA
A partir dos acréscimos do primeiro tempo, o jogo melhorou - e muito. Os setores criativos de ambas as equipes passaram a funcionar, e no fim da etapa inicial, aos 45 minutos, Vitor Bueno colocou o São Paulo na frente - Igor Gomes achou Juanfran, que encontrou Vitor Bueno, responsável por estufar as redes, 1 a 0 sobre o Ceará. Na volta para o segundo tempo, o ritmo frenético foi observado: logo aos dois, os cearenses chegaram a empatar em cobrança rápida de escanteio, mas o árbitro Rafael Traci anulou por não ter autorizado o reinício da partida.

NO ÚLTIMO LANCE!
O Ceará seguiu pressionando em busca do empate. O São Paulo, administrando o resultado, trabalhava mais no contra-ataque - aos 11 minutos, Liziero perdeu um gol inacreditável depois de jogada iniciada por Daniel Alves. Os cearenses foram com perigo novamente aos 18, com Chico obrigando Volpi a se esticar todo para espalmar. Na pressão final, Thiago Galhardo quase fez um golaço para o Ceará, aos 44 a chance foi de Mateus Gonçalves, até que no último lance do duelo, aos 50, Felipe Baxola bateu, Léo desviou, o que acabou encobrindo Volpi, que nada podia fazer. Empate em 1 a 1, justo pelo apresentado, até por conta de o São Paulo ter recuado além da conta no segundo tempo...

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 1 X 1 SÃO PAULO

Estádio: Castelão, em Fortaleza (CE)
Data/hora: 24/11/2019, às 19h (de Brasília)
Árbitro: Rafael Traci (SC) - Nota LANCE!: 6,5 (controlou bem a partida)
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Éder Alexandre (SC)
Árbitro de vídeo: Rodrigo D'Alonso Ferreira (SC)
Gramado: Bom
Público/renda: Indisponíveis
Cartões amarelos: Samuel Xavier, Fabinho, Luiz Otávio (CEA) e Juanfran (SAO)
Cartão vermelho: -

GOLS: Vitor Bueno 45'/1ºT (0-1) e Felipe Baxola 50'/2ºT (1-1)

CEARÁ: Diogo Silva, Samuel Xavier, Luiz Otávio, Tiago Alves e João Lucas; Fabinho, Ricardinho (Juninho Quixadá 33'/2ºT), Chico, Felipe Baxola e Wescley (Mateus Gonçalves intervalo); Bergson (Thiago Galhardo intervalo). Técnico: Adilson Batista.

SÃO PAULO: Tiago Volpi, Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo (Léo 21'/2ºT); Tchê Tchê, Liziero (Hudson 30'/2ºT), Igor Gomes e Daniel Alves; Antony (Raniel 19'/2ºT) e Vitor Bueno. Técnico: Fernando Diniz.