Lance Eliminatórias e Copa América podem deixar o Galo sem vários atletas por um turno inteiro do Brasileirão

Eliminatórias e Copa América podem deixar o Galo sem vários atletas por um turno inteiro do Brasileirão

O alvinegro tem pelo menos seis jogadores selecionáveis para seleções sul-americanas,o que pode gerar grande prejuízo dentro de campo

Lance
Lance

Lance

Lance

O calendário do futebol no Brasil já era complexo, com muitas datas e jogos em demasia. Com a pandemia da Covid-19, houve um desarranjo ainda maior nas competições. O Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil de 2020 terminaram somente em 2021.

E, um dos times que podem ser mais prejudicados na temporada é o Atlético-MG, que fez um elenco caro, com jogadores de várias nacionalidades e, por consequência, podem ser convocados para jogos de suas seleções em Datas-Fifas, período para disputas de eliminatórias da Copa do Mundo, torneios oficiais como a Copa América e até amistosos.

O Galo poderá ficar sem vários atletas por até um turno inteiro de jogos(19 partidas) no Brasileirão, por conta de possíveis convocações de seus atletas para Eliminatórias Sul-Americanas e a Copa América, que será disputada no meio do ano, sem que o torneio brasileiro seja paralisado.

Nomes como Nacho Fernández, Matías Zaracho(Argentina), Junior Alonso (Paraguai), Savarino (Venezuela), Alan Franco (Equador) e Guilherme Arana (Brasil) são cotados para listas de suas seleções, o que pode gerar grande prejuízo ao Galo dentro de campo.

A Copa América, por exemplo, poderá tirar do alvinegro alguns atletas por 30 dias no mínimo, já que o torneio será jogado 13 de junho e 10 de julho.

Com as rodadas de março das Eliminatórias canceladas devido a pandemia do coronavírus, a Conmebol está prevendo jogar as rodadas do qualificatório entre 3 e 6 de junho, 2 e 9 de setembro, 7 e 12 de outubro e 11 e 18 de novembro.As rodadas de março ainda não têm datas definidas, o que pode aumentar a ausência de atletas alvinegros.

Ainda há um outro possível prejuízo, caso Guilherme Arana seja convocado para jogar a Olimpíada de Tóquio, entre julho e agosto, no Japão.
O diretor de futebol Rodrigo Caetano destacou que o Atlético está em busca de ter um elenco forte e equilibrado para manter a força da equipe e encarar os desafios da temporada.
-Esse é um cenário de um clube com uma projeção, com um projeto, com os desejos que o Galo têm hoje. Num primeiro momento, 35 jogadores no elenco pode parecer muito, mas, ali na frente, nem tanto assim. Vamos trabalhar para que esse número de atletas esteja equilibrado o suficiente para quando sair uma peça ter um suplente minimamente à altura-disse em entrevista ao canal Galotube, no Youtube.

Últimas