Ele volta? Esperança de evolução do Vasco passa pela presença de Guarín

Mesmo ainda sem gol ou assistência no ano, capacidade técnica do colombiano e a atuação dele no jogo contra o ABC alimentam a expectativa por atuação melhor do Cruz-Maltino

Lance

Lance

Lance

São apenas duas partidas na temporada. Menos de duas horas em campo, ao todo. Mas as atuações do Vasco são tão preocupantes neste início de temporada que a esperança de evolução imediata passa pela presença de um jogador ainda longe do ritmo de jogo ideal. Este jogador é Fredy Guarín.

O meio-campista foi desfalque no jogo do último domingo por uma fratura na mão direita e por desgaste físico. Na quinta-feira anterior, diante do ABC, ele atuou até a metade do segundo tempo, e foi o cérebro de um time que teve um clarão no setor contra o Volta Redonda.

N
ão que haja garantia de gols ou assistências. Houve jogadas perigosas, principalmente no duelo no Maracanã, mas a bola não entrou. De todo modo, a recuperação física da principal renovação de contrato vascaína do ano passado para esse passa a ser um norte para Abel Braga.

Contra o Goiás, na próxima quinta, o próprio treinador já avisou que o time precisa fazer muito mais do que vem fazendo para obter um bom resultado. Além do treino desta segunda-feira, totalmente fechado, há as atividades desta terça e quarta antes do duelo de ida válido pela terceira fase da Copa do Brasil.