Lance Djokovic vira, impõe derrota histórica para Nadal e busca o BI em Roland Garros

Djokovic vira, impõe derrota histórica para Nadal e busca o BI em Roland Garros

Sérvio chegou a perder o primeiro set por 5/0 e conseguiu o que ninguém nunca tinha conseguido

Lance
Lance

Lance

Lance

Tudo se encaminhava para que Rafael Nadal pudesse disputar sua 14ª final de Roland Garros, mas Novak Djokovic foi valente, virou uma batalha histórica e garantiu vaga na final do Grand Slam do saibro.

O número 1 do mundo derrotou o espanhol terceiro colocado por 3 sets a 1 com parciais de 3/6 6/3 7/6 (4) 6/2 após 4h11min de duração na elétrica quadra central Philippe Chatrier.

Nadal sofreu apenas sua terceira derrota em 108 partidas no torneio onde soma 13 títulos. Foi a primeira vez que perdeu em uma semifinal e a partir de uma semi após 26 vitórias em 26 jogos. Foi a primeira vez também que perdeu em um jogo onde abriu 1 set a 0 no torneio.

Djokovic se torna o primeiro jogador a vencer duas vezes Nadal no torneio. Ele conseguiu tal façanha em 2015 nas quartas de final. A outra derrota foi nas oitavas para o sueco Robin Soderling em 2009 em quatro sets. Nadal vinha com quatro títulos seguidos na competição.

Djokovic impõe sua 30ª vitória em 58 jogos contra o espanhol e vai buscar o segundo troféu em Paris. Campeão em 2016 ele tem finais também em 2012, 2014, 2015 e ano passado, só tendo perdido em 2015 sem ser para Nadal (Stan Wawrinka).

Nole enfrentará o grego Stefanos Tsitsipas, quinto do mundo e melhor do ano, que passou pelo alemão Alexander Zverev, 6º, em cinco sets. O sérvio busca seu 19º título de Slam para encostar em Nadal e Roger Federer que possuem 20 canecos. Ele jogará sua 28ª final de Slam e sua 120ª decisão na carreira buscando o 84º caneco.

O jogo

Djokovic começou o jogo perdendo dois break-points no primeiro game, errando smash fácil. Nadal confirmou, quebrou a seguir e passeou até abrir 5 a 0. Rafa perdeu dois set-points no game seguinte e nole conseguiu aprofundar o jogo e ser mais consistente e pressionar o espanhol. Salvou mais um set-point, devolveu uma das quebras e deixou Nadal contra a parede. Rafa abriu 40 a 0 e teve o game igualado, mas fechou por 6/3 na sétima chance após 59 minutos.

No segundo set, o sérvio veio mais solto e apresentando o tênis do fim do primeiro, abriu 2 a 0, mas jogou mal um game, permitiu o empate. Em seguida, Nole conseguiu nova quebra e após games apertados marcou 5 a 2 e após salvar break-points fechou por 6/3 após 51 minutos.

No terceiro set o jogo manteve a intensidade com muito pontos longos, bem disputados e longos, e muitas variações. Assim, os tenistas trocaram quebras entre o quinto e sétimo games, com Djokovic abrindo 5/3, mas tomando a quebra no décimo game e viu o jogo ir para o tiebreak, onde se beneficiou de um erro do espanhol no oitavo ponto e administrou.

Na quarta parcial, Djokovic saiu quebrado, viu Nadal abrir 2/0, mas lutou, empurrou o espanhol da linha de base e iniciou a virada com quebra no quarto game. No intervalo do quinto game, o espanhol pediu atendimento no pé, mas rapidamente voltou para a partida, lutou e viu o sérvio vencer seis games em sequência.

Últimas