Djokovic sai em defesa de Pospisil

Sérvio clama por união dos tenistas

Lance
Lance

Lance

Lance

Fora do torneio de Miami, Novak Djokovic se engajou na questões dos jogadores e defendeu o canadense Vasek Pospisil que disparou contra o presidente da ATP após uma reunião dos atletas na véspera de sua estreia no Masters 1000.

Durante o jogo, Pospisil se revoltou com o árbitro e falou que Andrea Gaudenzi havia gritado com ele durante a reunião e que poderia processar a ATP. Ele pediu desculpas no dia seguinte, mas manteve a posição para os jogadores serem melhor escutados.

Tanto Pospisil como Djokovic lideram a PTPA, a Associação dos Jogadores criada em agosto.

"Sobre assuntos em questão, não estou em Miami. Mesmo assim, Vasek Pospisil é meu amigo e tenho empatia por ele. Jogadores no circuito concordariam que ele é individual e dos maiores que olham pelo bem-estar dos colegas competidores. Estou esperançoso que os jogadores reconheçam a importância de estarmos juntos #vozdostenistas", disse Djokovic em sua conta do twitter.

Outros tenistas saíram em defesa de Pospisil como John Isner, Ivo Karlovic, Tennys Sandgren, Milos Raonic e Steve Johnson.

Últimas