Lance Diretor do Corinthians compara naming rights a mulher com Aids

Diretor do Corinthians compara naming rights a mulher com Aids

Luis Paulo Rosenberg, do marketing corintiano, falou sobre a dificuldade de acertar venda do nome para a Arena fazendo analogia a uma pessoa aidética

Luis Paulo Rosenberg, diretor de marketing do Corinthians, falou sobre a dificuldade de acertar os naming rights da Arena, em Itaquera, fazendo analogia a uma pessoa aidética

O diretor de marketing do Corinthians, Luis Paulo Rosenberg

O diretor de marketing do Corinthians, Luis Paulo Rosenberg

Lance

Luis Paulo Rosenberg, diretor de marketing do Corinthians, fez uma analogia a uma mulher com Aids ao falar da dificuldade em vender os naming rights da Arena, em Itaquera. À ESPN Brasil, o dirigente disse que há um temor dos investidores com o mercado brasileiro, mesmo diante de um clube bem estruturado como considera ser o Timão.

Veja também: 'Bando de Louquinhos': Corinthienzo vai ao Itaquerão pela primeira vez

— O apelo da marca Corinthians é tão grande que temos quatro grandes grupos interessados em vir. Eles se sentem na situação de estar vendo a esposa perfeita, com dotes culinários, formada com MBA no exterior, uma mãe de filhos maravilhosos, mas parece que tem um teste de Aids (sic) positivo. Como é que eu encaixo a camisinha é o grande desafio — disse Rosenberg.

Leia mais: Carille disfarça. Manoel, Henrique e Ralf não funcionam juntos

Na mesma entrevista, o diretor também falou sobre a situação econômica complicada do país e citou a necessidade de ter cautela para a obtenção do contrato, cuja duração, segundo ele, será de 20 anos quando acertado.