Lance Diogo Siston analisa o desempenho dos jovens do Vasco no time profissional pelo Campeonato Carioca

Diogo Siston analisa o desempenho dos jovens do Vasco no time profissional pelo Campeonato Carioca

Técnico dirigiu uma equipe de meninos nas primeiras rodadas do Estadual. Os resultados não vierem, mas o profissional elogiou o trabalho dos jovens e espera colher frutos

Lance
Lance

Lance

Lance

Em entrevista ao site oficial do Vasco, o técnico Diogo Siston analisou o desempenho dos jovens nas duas primeiras rodadas do Campeonato Carioca diante de Portuguesa e Volta Redonda. O profissional, que conquistou títulos importantes no comando da equipe sub-20 na última temporada, disse que este processo é importante para que os jovens adquiram experiência e elogiou a evolução dos atletas.

> Confira a classificação do Campeonato Carioca


– Foram nove dias de trabalho e duas partidas. Tivemos cinco dias para treinar e juntar jogadores de algumas gerações anteriores até o atual sub-20. Isso foi somado a estreia de muitos atletas no profissional. Apesar de todo esse cenário de novidades, os jogadores souberam mostrar evolução dentro de cada compromisso. Vimos evolução durante esse período de trabalho mas infelizmente não conseguimos os resultados que acho que merecíamos. De qualquer forma, esse processo foi importante para o profissional ter uma ideia melhor dos atletas que têm à disposição, caso venham a contar com essas peças. Agora retornamos para o sub-20 com o objetivo de entregar jogadores cada vez mais formados para o profissional – destacou.

Na última temporada, o treinador conquistou os títulos do Campeonato Carioca, Copa do Brasil e Supercopa no comando do time sub-20. Para este novo ciclo, ele busca novas conquistas e acredita que este período no profissional renderá frutos para a sequência do trabalho.

– Uma experiência única, para jogadores e comissão técnica. O torcedor pode ter certeza que esse processo foi feito com a maior dedicação possível, com o maior afinco possível, por parte de todos. Quem acompanhou a rotina pôde ver isso. Houve trabalho e por isso houve evolução já da primeira partida para a segunda. Essa experiência acrescentou para todos nós, principalmente para os jogadores, para que cheguem ao profissional mais ambientados com tudo – concluiu.

Os Meninos da Colina estreiam na Copa do Brasil nesta quarta-feira, diante do Planaltina (DF), às 15 horas, no Estádio Nivaldo Pereira.

Últimas