Lance Dez anos das medalhas nas Olimpíadas de Londres, CBV celebra seleção feminina e duplas de praia

Dez anos das medalhas nas Olimpíadas de Londres, CBV celebra seleção feminina e duplas de praia

Emanuel/Alison e Juliana/Larissa serão homenageados no próximo sábado; campeãs olímpicas da quadra recebem congratulações no domingo

Lance
Lance

Lance

Lance

Há dez anos, o vôlei brasileiro encheu de alegria a torcida brasileira. Foram quatro medalhas nos Jogos Olímpicos de Londres 2012. Neste fim de semana, a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) celebra uma década da segunda medalha de ouro da história da seleção feminina no domingo, antes da disputa da Supercopa feminina 2022. A prata de Emanuel/Alison e o bronze de Juliana/Larissa serão comemorados no sábado, nas finais do Aberto da etapa de Maceió do Circuito Brasileiro de vôlei de praia.

+ Confira todos os vencedores da Copa do Brasil

A Supercopa feminina será decidida entre Sesi Vôlei Bauru e Gerdau Minas, em Bauru. O evento terá a presença das campeãs olímpicas dos Jogos de Londres.

Adenízia, Dani Lins, Fabiana, Fabi, Fernanda Garay, Fernandinha, Jaqueline, Natália, Paula Pequeno, Sheilla, Tandara e Thaísa foram as comandadas por José Roberto Guimarães no ouro histórico de 2012.

A escalação emociona todo fã de voleibol. Ninguém esquece a virada épica sobre os Estados Unidos que levou a seleção brasileira feminina pela segunda vez ao topo do pódio do evento esportivo mais importante do planeta.

Duas das campeãs olímpicas estarão frente a frente na disputa da Supercopa, primeiro título da temporada feminina 2022/2023 de clubes. A levantadora Dani Lins, pelo Sesi Vôlei Bauru, e a central Thaísa, do Gerdau Minas. A partida ocorre às 10h, neste domingo, e terá a presença de Adenízia na torcida.

Em setembro, a CBV relembrou a prata da seleção masculina durante a Supercopa, em Recife.

Já no vôlei de praia, a prata em Londres foi a terceira medalha olímpica de Emanuel, ouro em Atenas-2004 e bronze em Pequim-2008 ao lado de Ricardo. Após o vice-campeonato em Londres, Alison conquistou o ouro quatro anos depois, no Rio-2016, com Bruno Schmidt.

Na categoria feminina, Larissa e Juliana fizeram história ao conquistar o bronze. Elas derrotaram, na decisão pelo terceiro lugar, a dupla Zhang e Xue, da China.

- Foi um sonho realizado ter trazido uma medalha para o Brasil. Minha trajetória e da Larissa não podia ter ficado sem uma medalha, e 2012 foi um marco na minha vida - ressaltou Juliana.

Alison "Mamute" estará em Maceió para a etapa, assim como Emanuel e Juliana, e os técnicos Letícia Pessoa e Reis Castro – apenas Larissa, que mora nos Estados Unidos, não poderá comparecer na homenagem.

Últimas