Lance Cuca desconversa sobre permanência e revela indefinições no Atlético-MG

Cuca desconversa sobre permanência e revela indefinições no Atlético-MG

Permanência do treinador é um desejo da diretoria alvinegra, que já faz reuniões de olho em 2023

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

Na reta final da temporada, uma das maiores preocupações do torcedor do Atlético-MG é, certamente, quanto à permanência, ou não, do técnico Cuca em 2023. O treinador tem contrato com o Galo somente até o fim deste ano, mas participa das reuniões que projetam o próximo.

Após o empate contra o Fortaleza na noite desta segunda-feira (24), ao ser questionado sobre a assunto, Cuca evitou tomar uma posição. No entanto, o treinador enxerga como uma obrigatoriedade a participação no planejamento, uma vez que ele é servidor do Atlético-MG.

"Eu estou planejando o Galo para o ano que vem por que é meu trabalho. Mesmo que eu não fique, é meu trabalho. Eu estou fazendo isso diariamente, junto com o Rodrigo Caetano, a comissão técnica, o pessoal do serviço de inteligência. Esse é meu trabalho", afirmou.

Em seguida, o técnico mais vitorioso da história alvinegra revelou haver muitas indefinições internas no Atlético-MG. O Galo caminha para se tornar Sociedade Anônima do Futebol (SAF), e, segundo Cuca, é necessário, por exemplo, ter essa definição, antes mesmo de escolher o treinador para a próxima temporada.

"O Atlético vai virar SAF. Vai ter a condição do investimento. Vai ter que vender alguns jogadores, para compor este ano. Tem muitas coisas que vocês [imprensa] não sabem. Que ocorrem internamente, e a gente tem que respeitar o tempo para poder definir tudo isso aí", complementou.

Desportivamente, para dar sequência ao projeto, o Atlético-MG busca uma classificação para a Libertadores via Campeonato Brasileiro. Atualmente o time mineiro tem 48 pontos ganhos, na sétima colocação, a última do chamado G-7, grupo que vai para o torneio continental.

Últimas