Lance Cruzeiro define perfil ideal para contratação de técnico

Cruzeiro define perfil ideal para contratação de técnico

Sem técnico para 2024, a Raposa quer continuar com a mesma identidade

Lance

Em busca de um novo técnico para a temporada 2024, o Cruzeiro tem um perfil considerado ideal para assumir o time. Isso porque os nomes especulados nos últimos dias, Thiago Carpini (Juventude), Fernando Gago (ex-Racing) e Gabriel Milito (ex-Argentinos Juniors) tem características semelhantes às de outros profissionais que dirigiram o clube recentemente.

Um dos primeiros atos de Ronaldo desde que assumiu a gestão do clube, em dezembro de 2021, foi trocar Vanderlei Luxemburgo por Paulo Pezzolano, técnico jovem e que organiza suas equipes com base em um jogo coletivo forte, tanto para atacar quanto para defender.

➡️ Após 50 anos, Cruzeiro pode voltar a ter um treinador argentino

Todos os técnicos que assumiram o Cruzeiro a partir daí tentaram conduzir seus trabalhos com base nestas características, cada um com suas particularidades. Exemplo disso está na troca de Pezzolano pelo português Pepa: se o uruguaio priorizava a posse de bola e a intensidade na marcação-pressão, seu substituto organizou a equipe a partir de uma defesa baixa e compacta.

A escolha por Zé Ricardo passou por processo parecido, mesmo que o brasileiro seja mais adaptável que seus antecessores. A exceção ao longo deste período foi justamente Paulo Autuori, técnico mais experiente que assumiu de forma interina, mas também é reconhecido por priorizar o jogo coletivo em decorrência das individualidades.

➡️ Após voltar ao cargo de diretor, Paulo Autuori dá dicas para o próximo técnico do Cruzeiro

Seguindo a mesma linha, Thiago Carpini terminou a temporada 2023 como "técnico revelação", graças aos seus trabalhos no Água Santa, durante o Paulistão, e no Juventude, pela Série B. Em ambos os trabalhos, o equilíbrio foi a marca registrada dos seus times.

Fernando Gago, outro nome relacionado à Raposa, tem características diferentes. Mais ofensivo, o argentino gosta de equipes que controlem a posse de bola e troquem passes curtos, de pé em pé, até chegar ao gol.

➡️ Reforço do Cruzeiro promete fazer história em 2024

Outro estrangeiro, Gabriel Milito não é novidade na pauta celeste. O treinador foi cotado para assumir o Cruzeiro em agosto, logo após a demissão de Pepa. Mas não aceitou o convite já que não costuma pegar trabalhos em meio ou final de temporada. Com trabalho de destaque no Argentinos Juniors, Milito é da mesma escola de Gago e gosta de um time construtor.

➡️ Cruzeiro e Gilberto negociam rescisão antecipada, diz site

Com trabalhos que tem o mesmo "DNA", o Cruzeiro tenta se reerguer e voltar a figurar a parte de cima do Brasileirão e construir uma nova identidade, mesmo com treinadores diferentes, mas com os mesmos estilos.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

Últimas