Lance Com ouro em Tóquio-2020, Eluid Kipchoge é bicampeão olímpico

Com ouro em Tóquio-2020, Eluid Kipchoge é bicampeão olímpico

Queniano vence maratona em 2h08m38s, tornando-se o terceiro bicampeão da história da prova, ao lado da lenda etíope Abeba Bikila e do alemão Waldemar Cierpinski 

Lance
Lance

Lance

Lance

O queniano Eliud Kipchoge "passeou" pelas ruas de Sapporo, a 800km de Tóquio, e se tornou bicampeão da maratona olímpica dos Jogos de Tóquio-2020. Ele completou o percurso em 2h08m38s. Recordista mundial, com 2h01m39s, Kipchoge também foi campeão nas Olimpíadas do Rio-2016, com 2h08m44s.

Com este resultado, ele se junta a outros dois bicampeões olímpicos na prova: a lenda Abeba Bikila, da Etiópia, que venceu em Roma-1960 e em Tóquio-1964, e Waldemar Cierpinski, da Alemanha Oriental, campeão em Montreal-1976 e em Moscou-1980.

As medalhas de prata e bronze foram decididas nos metros finais da prova. O holandês Abdi Nageeye estava em terceiro, atrás do queniano Lawrence Cherono, quando apertou o ritmo e incentivou o belga Bashir Abdi a segui-lo. Nageeye ficou com a prata, com 2h09m58s, e Abdi terminou com o bronze, com 2h10m00s, dois segundos à frente de Cherono.

O bicampeão olímpico era o cara a ser batido em Sapporo. Até o Km 30, ele foi acompanhado por vários adversários, inclusive o brasileiro Daniel Nascimento, que chegou a trocar "soquinho" com Kipchoge e desistiu da prova no Km 25 por exaustão. Depois do Km 30, o queniano aumentou o ritmo e ficou sozinho na liderança até a linha de chegada.

Os primeiros 5km de Kipchoge foram feitos em 15m19s, cruzando na 11ª posição. No Km 10, em primeiro lugar, ele marcou 30m53s. No Km 15, em quinto lugar, fez 46m04m. A meia-maratona foi completada em 1h05m15s, com o queniano em segundo lugar. Ele passou em primeiro pelo Km 25, em 1h17m24s. O Km 30 foi completado em 1h3231s. O Km 35 foi feito em 1h46m59s. Kipchoge chegou ao 40km com 2h01m55s. A poucos metros da chegada, ele, que não se mostrou prejudicado pelas condições climáticas que deixou muito maratonista pelo caminho, acenou para o público e, com seu sorriso marcante, cruzou a linha de chegada em 2h08m38s.

Paulo Roberto de Paula foi o único brasileiro a terminar a maratona na 69ª posição, com 2h26m08s, 17m30s de Kipchoge. Já Daniel Nascimento e Daniel Chaves não completaram a prova. (Iúri Totti)

Últimas