Com gol no finalzinho, Náutico vence o Guarani de virada

Foi a primeira vitória do Timbu na Série B; essa é terceira derrota seguida do Bugre na competição


Em pleno Brinco de Ouro, em Campinas, em jogo válido pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, o Náutico derrotou o Guarani de virada por 2 a 1 e conquistou sua primeira vitória na competição. Com o resultado, o Timbu subiu para 10ª colocação, com 7 pontos. O Bugre está em 16º lugar, com 3 pontos

Na próxima rodada, o Guarani recebe o Oeste, no Brinco de Ouro, dia 31 de agosto. O Náutico enfrenta o Figueirense, no estádio dos Aflitos, dia 1º de setembro.

A partida

Jogando em casa e com a necessidade de quebrar a sequência de duas derrotas, o Guarani começou mandando no jogo. Aos 10 minutos, o Bugre poderia ter até aperto o placar, mas Junior Todinho, na cara do gol, desperdiçou a oportunidade.

Mas quem achou que a superioridade do Guarani iria redundar em gol, acabou se dando muito mal. Aos poucos, o Náutico foi equilibrando o jogo e criando ótimas chances. Mas Rafael Pin e a trave não permitiram que o Timbu inaugurasse o marcador.

O Bugre bem que tentou retomar as rédeas da partida, mas o Náutico era soberano em campo. O gol do Timbu parecia questão de tempo, mas só parecia. Da intermediária, Eduardo Person resolveu arriscar e marcou um lindo gol: 1 a 0 Guarani.

O Náutico aparentava não ter voltado bem para segunda etapa, porém o Guarani não aproveitou o momento de instabilidade do seu adversário e ainda viu o Timbu criar uma ótima chance. Jean Carlos cobrou escanteio, Fernando Lombardi cabeceou tirando do goleiro, a bola passou raspando a trave e quase o gol saiu.

Aos poucos o Bugre foi freando o ímpeto do Náutico. Mais que isso, o Guarani quase marcou em duas boas oportunidades. A primeira cabeceou para fora do Walber e desperdiçou a chance de ampliar. A segunda foi um chute de Bruno Sávio, que Marcão defendeu.

Gilson Kleina, técnico do Náutico, fez duas alterações e a equipe passou a pressionar o Guarani. E a insistência do Timbu deu resultado. Jean Carlos recebeu ótimo passe e não teve dúvida para soltar a bomba e igualar o placar: 1 a 1.

O Náutico se empolgou com o empate, foi para cima e por pouco não empatou o jogo. Mas Rafael Pin com uma ótima defesa e Walber salvando em cima da linha evitaram a virada do Timbu.

Mas no finalzinho do jogo o Bugre não aguentou a pressão. Rafael Pin vacilou, Paiva aproveitou e marcou de cabeça para virar o marcador, 2 a 1.