Lance COB orienta atletas a evitarem se expor nas redes sociais: 'Ânimos ficam exaltados'

COB orienta atletas a evitarem se expor nas redes sociais: 'Ânimos ficam exaltados'

Brasileiros têm tido participação ativa nas redes sociais durante os Jogos Olímpicos 

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) emitiu uma nota nesta quarta-feira orientando os atletas do Brasil a evitarem exposição e seguirem as recomendações do Comitê Olímpico Internacional (COI) em relação ao uso das redes sociais. O COB ainda pede que eles foquem em seus desempenhos nas competições dos Jogos Olímpicos de Tóquio.


+ Torcem para quem? Saiba o time do coração de diversos atletas brasileiros dos Jogos Olímpicos de Tóquio


A nota foi divulgada no mesmo dia em que a goleira Bárbara, da Seleção Brasileira feminina de futebol, trocou ofensas com uma atleta paraolímpica do Brasil.

-> Veja ao fim da nota o quadro de medalhas e o calendário dos Jogos Olímpicos de Tóquio

- O Comitê Olímpico do Brasil acredita que o período dos Jogos Olímpicos seja um período de muita emoção e extrema sensibilidade. Os ânimos ficam exaltados e é fácil ser absorvido pelas redes sociais, um ambiente ainda mais intenso de opiniões e fértil para discussões - diz um trecho da nota.

+ Arbitragem não dá wazari para Maria Portela por 'sutileza' do contato da russa no solo

Os atletas do Brasil tem tido contato frequente com as redes sociais durante a Olimpíada. Além do uso comum de divulgação e comunicação com familiares e amigos, alguns atletas além de Bárbara tiveram repercussão nas redes.

O jogador da Seleção masculina de vôlei Douglas Souza chegou a dois milhões de seguidores em sua conta no Instagram após postar vídeos divertidos e mostrando a Vila Olímpica em seus stories. Já a skatista Letícia Bufoni explicou o atrito com o medalhista de prata Kelvin Hoefler.

Veja abaixo a nota na íntegra:

"O Comitê Olímpico do Brasil acredita que o período dos Jogos Olímpicos seja um período de muita emoção e extrema sensibilidade. Os ânimos ficam exaltados e é fácil ser absorvido pelas redes sociais, um ambiente ainda mais intenso de opiniões e fértil para discussões

Assim, o COB recomenda fortemente que durante seu período competitivo em Tóquio, atletas e oficiais concentrem-se prioritariamente em sua performance e no contato com seus amigos e familiares através de canais diretos, evitando distrações que podem tirá-los do foco principal.

Ressaltamos ainda que o COB orienta todos os integrantes da delegação brasileira a atentarem e seguirem as diretrizes para uso de redes sociais do Comitê Olímpico Internacional"

Últimas