Cazares ainda não jogou em 2020 e deve ficar de fora por mais um mês

O meia equatoriano se recupera de uma lesão muscular , sentida logo depois que o negócio de sua venda para o futebol árabe fracassou

Lance

Lance

Lance

Sem fazer nenhum jogo em 2020, o meia Cazares pode ficar de fora da equipe do Atlético-MG por pelo menos mais uma mês. A comissão médica do Galo, encabeçada pelo Dr. Rodrigo Lasmar, tem esse prazo para que o equatoriano possa retornar ao time alvinegro.

-Cazares é um dos melhores camisas 10 do Brasil na minha opinião. Ele está nos nossos planos. A informação que eu tive hoje do Rodrigo Lasmar é que em menos de um mês ele estará de volta normalmente treinando e à disposição do treinador-disse o presidente Sérgio Sette Câmara.

Cazares teve uma ruptura no tendão do músculo adutor da coxa esquerda, lesão que aconteceu durante um treino na Cidade do Galo no início de fevereiro.

O equatoriano, de 27 anos, não entrou em campo pelo clube em 2020, não apenas por causa da lesão muscular. O alvinegro recebeu uma proposta 3 milhões de dólares, cerca de R$ 12,7 milhões), do o Al-Ain, dos Emirados Árabes, pela compra dos seus direitos econômicos, recusada pelo clube por ser considerada baixa.

A possibilidade de sair mexeu com Cazares, que pediu para não jogar até que o negócio fosse concluído. Como a venda não se concretizou, a lesão veio em seguida e até o momento, Rafael Dudamel não pôde contar com o jogador que tem contrato até o fim do ano, mas já pode assinar pré-contrato com outro clube a partir de julho, deixando os mineiros até de graça.

Essa realidade já faz o Galo se mexer nos bastidores para tentar uma renovação de contrato com Cazares, que está no time mineiro desde 2016, e o clube receber alguma compensação financeira, caso ele saia.