Lance Caso Veríssimo: Neto dispara contra diretoria do Corinthians e abre bastidores sobre saída do jogador

Caso Veríssimo: Neto dispara contra diretoria do Corinthians e abre bastidores sobre saída do jogador

Lucas Veríssimo comunicou sua saída nos últimos dias

Lance
Lance

Lance

Lance

Neto se exaltou e abriu o jogo sobre a saída de Veríssimo do Corinthians. Durante o programa "Donos da Bola", o apresentador pediu desculpas para o atleta e o seu agente, destacando que a culpa teria sido da diretoria do Corinthians, citando os nomes de Rubão e Augusto Melo.

- O que fizeram com o Lucas Veríssimo e com o Pitombeira não está certo não, eu peço desculpa para os dois. No dia 28 (de dezembro) chegou o contrato do Benfica para o Rubão e o Augusto Melo e eles não assinaram. Em um jantar que teve do Corinthians, o Rubão falou uma coisa para o Veríssimo que ele não gostou - disse Neto.

Neto ainda destacou que Veríssimo não recebeu nenhum valor no tempo que ficou no Corinthians. A situação começou quando o atleta notificou que aceitaria uma proposta do Al-Duhail, do Catar e deixaria o Timão, onde estava atuando por empréstimo.

➡️Siga o Lance! Fora de Campo no WhatsApp e saiba o que rola fora das 4 linhas

Segundo Neto, ele teria provas que o "culpado" desta história não seria Lucas Veríssimo, mas sim membros da diretoria corinthiana.

- Vocês sabem de tudo isso. Eu tenho provas de tudo o que estou falando, porque tenho o WhatsApp de onde está a conversa. Então, você torcedor corintiano, não pode ser desleal com o Lucas Veríssimo. Como o cara não recebe um salário desde que chegou? O cara foi conversar com vocês (Augusto Melo e Rubão) e vocês não acreditaram que tinha proposta. Quando vocês não acreditaram que tinha proposta do Benfica, vocês ficaram enrolando o menino. Por sinal, ele (Veríssimo) também está errado. Você que deveria falar isso e não eu, o trouxa aqui. Eu estou falando porque eu faço parte do futebol - destacou.

Em dezembro de 2023, o Corinthians alinhou com os portugueses a compra de Veríssimo, que estava emprestado ao clube do Parque São Jorge até a metade de 2024, por 8 milhões de euros (aproximadamente R$ 43 milhões). No entanto, apesar do acordo verbal entre as partes, o contrato não foi assinado e nem o pagamento feito.

Últimas