Lance Cano explica comemoração de gol do Vasco com bandeira LGBTQIAP+: 'Mensagem de respeito, paz e amor'

Cano explica comemoração de gol do Vasco com bandeira LGBTQIAP+: 'Mensagem de respeito, paz e amor'

Centroavante argentino afirmou ao Diário Olé que a celebração foi espontânea. O feito foi na vitória sobre o Brusque, no fim do mês passado, em São Januário

Lance
Lance

Lance

Lance

A imagem rodou o mundo. O principal nome do Vasco faz o gol e corre rumo a uma bandeira de escanteio. Ele a ergue o objeto e celebra com muita vibração. Era Germán Cano, vestindo uma camisa em homenagem à comunidade LGBTQIAP+. A bandeira também fazia alusão à luta. Todo o contexto foi em homenagem ao Dia Mundial do Orgulho que o grupo social citado celebra. Diante do impacto do feito, ele explicou.

- O bom dessa comemoração é que não foi planejada. Foi algo do momento e isso a torna mais bonita. Quando fiz o gol, pensei em correr até a bandeira, tirá-la e levantá-la, dando uma mensagem de respeito, paz e amor. De que somos todos iguais e que cada um pode pensar livremente o que quiser. Essa é a mensagem que queria transmitir a todo o mundo. Repercutiu muito em diversos países e o mais bonito é que foi natural e sincero, nada planejado - revelou ao Diário Olé, de seu país natal.

-> Confira a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro

Durante a entrevista, o centroavante vascaíno também foi questionado sobre o clima no Rio para a final da Copa América. Neste sábado, Brasil e Argentina se enfrentam no Maracanã.

- Muitos brasileiros querem que a Argentina seja campeã pelo Messi. Tenho alguns companheiros que hoje, nos treinos, me disseram que querem que a Argentina seja campeã só por causa do Messi. Tem um percentual de brasileiros que querem que sejamos campeões - garantiu Cano. E emendou:

- Todos nós sabemos o que implica e significa Argentina x Brasil, e principalmente jogar aqui no Rio e tudo o que isso representa. Na rua, obviamente, você também ouve falar que o Brasil vai ganhar, que eles são melhores. Mas é algo normal e faz parte do futebol. Espero que seja positivo para nós - concluiu.

Últimas