Lance Brasil comemora bicampeonato sul-americano indoor de atletismo

Brasil comemora bicampeonato sul-americano indoor de atletismo

Seleção brasileira somou 159 pontos (89 no feminino e 70 no masculino) e garantiu a hegemonia continental. Foram 36 medalhas, com 16 de ouro, 10 de prata e 10 de bronze

Lance
Lance

Lance

Lance

O Brasil comemorou o título de bicampeão sul-americano indoor de atletismo na cidade boliviana de Cochabamba, no domingo. Ganhou o título da segunda edição do torneio ao somar 159 pontos - também levou o título no masculino, com 89 pontos, e no feminino, com 70 pontos. A Bolívia, país-sede - que tem a única pista coberta oficial certificada pela World Atlhetics na América do Sul - foi vice-campeã, com 106 pontos, seguida da Venezuela, com 64.

A Seleção Brasileira, que levou uma equipe completa, com dois atletas por prova e gênero, ganhou 36 medalhas (16 de ouro, 10 de prata e 10 de bronze), após dois dias de disputas.

E na última etapa da competição teve resultados relevantes. O mineiro Rafael Pereira (Clã Delfos-MG) venceu os 60 m com barreiras, com 7.58 - correu a marca - que é recorde sul-americano - pela quarta vez na temporada.

Outro recorde sul-americano veio com o ouro de Darlan Romani no arremesso do peso, com 21,71 m - ratificou mais uma vez o índice para o Mundial Indoor de Belgrado, Sérvia, de 18 a 20 de março.

O catarinense de Concórdia melhorou o seu próprio recorde anterior no arremesso do peso indoor, que era de 21,37 m, obtido em Birmigham, em 2018. Também é o recordista do continente ao ar livre (22,61 m) e vai para o seu terceiro Mundial, em Belgrado, depois dos quartos lugares em Portand-2016 e Birmigham-2018.

Felipe Bardi (Sesi-SP) levou o título sul-americano nos 60 m, em sua estreia numa competição indoor, com 6.62, marca que além de valer o ouro foi índice para o Mundial Indoor - superou em um centésimo os 6.63 fixados pela World Atlhetics.

Últimas