Lance Bia Haddad revela dificuldade, apesar de vitória elástica no Australian Open

Bia Haddad revela dificuldade, apesar de vitória elástica no Australian Open

Brasileira enfrentou momentos difíceis, apesar de ter perdido apenas três games

Lance
  • Lance | por Lance

Lance

Lance

Lance

A brasileira Beatriz Haddad Maia (12ª) foi só sorrisos na entrevista ainda em quadra após a vitória desta quarta-feira (17) no Australian Open diante da russa Alina Korneeva (179ª) por dois sets a zero (6/1 e 6/2).

Com o resultado, Bia alcança a terceira rodada do Australian Open pela primeira vez na carreira. E como de costume, a tenista número um do Brasil fez questão de agradecer à torcida que a acompanha em qualquer lugar.

- Os brasileiros são incríveis. Eles estão sempre em todos os lugares torcendo por mim. Não importa em que parte do mundo. Com certeza há brasileiros aqui. Estou muito feliz e orgulhosa de ser uma mulher brasileira e de estar nas grandes quadras do mundo e representá-los. Estou feliz e espero poder trazer mais felicidade para eles também.


Bia também lembrou de sua equipe e agradeceu por todo apoio recebido:

- Acho que tudo veio do meu coração. Eu sei o quanto minha equipe, minha família e todos que estão atrás de mim trabalham todos os dias. Não importa se está ventando, quente ou um dia difícil. Tentamos fazer o nosso melhor todos os dias. Eu tenho essa mentalidade por causa deles. Eu apenas tento ser a pessoa com a raquete aqui (dentro de quadra) para representar esse grupo especial que tenho atrás de mim.


Já sobre a adversária derrotada nesta quarta-feira (17), Bia também buscou elogiar a russa Alina Korneeva, de apenas 16 anos:

- Ela é uma ótima jogadora, muito jovem e com um bom saque. Ela estava jogando muito bem durante esta semana. Eu vi um pouco. Ela terá um grande futuro. Desejo a ela tudo de melhor. Foi muito difícil… muitos games dos quais consegui vencer eram tipo ‘deuce & break & deuce’, novamente. Cada vez que entramos em quadra precisamos respeitar e aceitar o que estamos sentindo. Tentei fazer o meu melhor com todas as emoções que tinha. Estou feliz com meu trabalho.


O próximo compromisso de Bia Haddad Maia no Australian Open será diante de outra russa, desta vez contra Maria Timefeeva (170ª), tenista vinda do Qualifying.

Últimas