Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Fórmula 1 fecha parceria com Unicef em projeto para ajudar a educação de crianças

A iniciativa busca assistir 6,5 milhões de pessoas em estado de vulnerabilidade durante os próximos três anos

Automobilismo|

Temporada 2023 da Fórmula 1 começa em 5 de março, com o Grande Prêmio do Bahrein
Temporada 2023 da Fórmula 1 começa em 5 de março, com o Grande Prêmio do Bahrein Temporada 2023 da Fórmula 1 começa em 5 de março, com o Grande Prêmio do Bahrein

A Fórmula 1 deu um grande exemplo de solidariedade nesta sexta-feira (10) e anunciou uma parceria com a Unicef para desenvolver um projeto de educação de qualidade a crianças vulneráveis. A ideia é atender às necessidades de vários países ao redor do mundo, e o Brasil é um território presente na lista.

A categoria de elite do automobilismo ainda prometeu ajudar no trabalho humanitário da agência em situações de emergência. O exemplo citado foram os recentes terremotos que atingiram a Turquia e a Síria.

A prioridade da parceria é melhorar o acesso de crianças à educação. Segundo um estudo realizado pela ONU, em 2022, 70% das crianças até 10 anos tiveram problemas de aprendizado. Para melhorar os números, a Unicef criou uma plataforma digital que estimula as crianças.

"A parceria com o Unicef nos permitirá efetivamente usar a plataforma global de nosso esporte para ajudar a reduzir a divisão educacional vivida pelas crianças mais vulneráveis do mundo", disse Stefano Domenicali, presidente e CEO da F-1.

Publicidade

"Toda criança tem o direito à educação de qualidade e a ser protegida durante emergências. Temos orgulho de poder ajudar a assegurar que as crianças mais vulneráveis sejam equipadas com o conhecimento e as habilidades de que elas precisam para atingir seus objetivos", acrescentou.

Atualmente, o chamado Passaporte da Educação atua em 26 países, e a perspectiva é de que, com o auxilio da Fórmula 1, a plataforma atinja mais 19. A categoria do automobilismo ajudará financeiramente o projeto nos próximos três anos. A expectativa é ajudar 6,5 milhões de crianças em comunidades vulneráveis a ter acesso à educação de qualidade.

Hill, Fittipaldi, Alonso: bicampeão, Verstappen entra para lista seleta na Fórmula 1

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.