Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Atacante Walter afirma que tem problema por 'gostar de comer'

Jogador, atualmente no Paysandu, apontado como gordinho por críticos, confessa problema com comida em entrevista a jornal português

Lance

Lance|Do R7


Walter exibe sua forma em jogo do Paysandu pelo Campeonato Paraense
Walter exibe sua forma em jogo do Paysandu pelo Campeonato Paraense

O atacante Walter, atualmente no Paysandu, se rendeu ao óbvio e disse que tem problema de peso por "gostar de comer". O jogador deu entrevista ao jornal português “O Jogo” e disse que seu problema é como um vício.

Walter ressaltou que, apesar de conviver com críticas, nunca entrou em depressão e analisou, com franqueza, as possibilidades do futuro e acontecimentos do passado.

No início do ano, quando se apresentou ao Paysandu, o jogador chegou a dizer que iria fechar a boca

Leia também

Walter comilão

Publicidade

Habilidoso e dono de uma qualidade técnica inegável, o jogador não consegue ter regularidade na carreira por conta de sua luta contra a balança.

Com contrato até 2021 no Porto e atualmente no Paysandu, Walter falou abertamente sobre sua vida profissional. Confira os melhores trechos da entrevista:

Publicidade

Sobre comida

Faço tudo o que os outros fazem. Cada um tem o seu problema. Uns têm problemas com drogas, com bebida, outros chegam bêbados para treinar, são pegos no doping... O meu problema é gostar de comer.

Publicidade

Sem arrependimentos no Porto

Não. Fui muito feliz ao voltar para o Brasil. Consegui muitas coisas, principalmente um bom salário. Não adianta ficar três ou quatro anos na Europa e não ganhar o que já ganhei aqui, e olha que hoje em dia é muito difícil ter um bom salário no Brasil. Jogar na Europa só para falar que jogo na Europa? Não penso assim.

Sobre sequência de jogos em clubes

Com todo o respeito pelo Paysandu, sonho jogar no Corinthians, no São Paulo, no Flamengo... Muitos me dizem: "Walter, você é jogador para clube grande". Mas, para isso, preciso estar focado e em forma. O peso é um problema muito grande para mim. O mercado fica menor por causa do peso. Se estivesse no peso ideal, poderia até estar na seleção. Tenho 28 anos, vou fazer tudo para atingir a minha melhor forma com 29 ou 30 anos.

Psicológico

Sim. Às vezes controlo, às vezes não. É muito difícil... é um problema que vou enfrentar a vida toda. Preciso ter mais controle, mas é uma coisa da minha cabeça mesmo. Passa um filme na minha cabeça sempre que escuto elogios, é muito complicado. Ouço de jogadores, treinadores, do próprio Tite, que foi o responsável por lançar-me no Internacional. Sempre me cobrou muito.

Relembre alguns gordinhos bons de bola do futebol brasileiro:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.