Lance Assistente social do Ceará frisa importância do trabalho voltado para os jovens do clube

Assistente social do Ceará frisa importância do trabalho voltado para os jovens do clube

Exercício de humanização e conscientização dos atletas mais novos são pontos destacados por Ana Cláudia Dias

Lance
Lance

Lance

Lance

Em meio ao desejo de diversos jovens em se tornarem jogadores de futebol e o ambiente cada vez mais profissionalizado que o esporte de alto rendimento exige, o trabalho de suporte psicológico e social em diversos aspectos precisa acompanhar essa evolução.

É justamente nessa linha de raciocínio que falou a assistente social do Ceará, Ana Claudia Dias, em palavras captadas pelo site oficial do clube do Porangabussu.

Para ele, um dos principais aspectos a serem abordados dentro do exercício de sua função é trazer os atletas para uma realidade de maior humanização do que, simplesmente, serem considerados como jogadores ou mesmo possíveis "ativos" que vão gerar recursos aos cofres do clube.

Na análise feita por Ana, esse trabalho passa desde o envolvimento do jovem e sua família em diferentes momentos como a inteligência emocional em lesões, a formação no mundo do futebol, a dinâmica administração financeira e até mesmo em temas menos relacionados ao esporte e mais ligadas a formação como cidadão: sexualidade, discriminação racial, cidadania etc.

- Os atletas, sejam da base ou os profissionais, precisam se sentir seres humanos e não apenas uma peça de composição de elenco. Existe muita coisa por trás de um jogador de futebol e trabalhar o extra campo, como a socialização da família, a adaptação em outra cidade, é importante para que tenhamos um bom rendimento do mesmo dentro das quatro linhas - detalhou Ana Cláudia.

Últimas