Lance Ascensão dos jovens é um trunfo para o Vasco tentar se impor

Ascensão dos jovens é um trunfo para o Vasco tentar se impor

Tendo promessas da Colina em todos os setores, Cruz-Maltino se empenha para se adequar ao estilo de jogo de Ramon Menezes. Equipe faz jogo-treino nesta quarta-feira

Lance
Lance

Lance

Lance

A batalha do Vasco para ir bem sequência de temporada passará pela força dos jovens de seu elenco. Por mais que a equipe de Ramon Menezes conta jogadores mais rodados, o comandante e até lideranças do elenco já deixam explícito o quanto os garotos são importantes.

- É um grupo muito jovem, de muita qualidade. Acredito que a gente pode fazer um grande ano - afirmou Leandro Castan, durante live na Vasco TV na qual respondeu às perguntas de jornalistas.

A voz da experiência do camisa 5 se uniu, nas partidas sob o comando de Ramon Menezes, a outro canhoto que é visto com bons olhos em São Januário. Após um início de trajetória de muita batalha nos profissionais, Ricardo Graça soube se firmar e agora, jogo a jogo, tenta garantir a segurança do setor defensivo cruz-maltino nesta empreitada por uma nova rota.


No meio, outro jovem também soube virar a página de uma temporada conturbada. Aos 22 anos, Andrey se garantiu como primeiro volante a ponto de ver a qualidade de seu passe novamente se destacar nas partidas do Cruz-Maltino.

Por mais que ainda tente repetir o ímpeto que encheu os olhos do torcedor no ano de 2019, Talles Magno já mostrou em alguns momentos deste ano que tem repertório de sobra para dar fôlego ao Vasco. O jogador de 18 anos tem como colega outro jovem que também apresenta uma promissora forma de se desvencilhar da marcação.

Sucessor de Marrony, Vinícius, de 20 anos, aos poucos, luta para confirmar o quanto tem condições de ser titular da equipe cruz-maltina e municiar Germán Cano. A preparação com o técnico Ramon Menezes, porém, não se resume a controlar a ansiedade natural dos jovens.

Aos olhos do capitão Leandro Castan, o elenco agora tem de lutar para apresentar suas credenciais em campo.

- Acho que a gente está se aprimorando a cada dia. Esse é um objetivo de todos. Importa essa mentalidade de querer vencer. A gente joga numa equipe de camisa muito pesada. Para se vencer, tem que trabalhar muito e ser focado - afirmou.

Castan ressalta o quanto o elenco, que faz um jogo-treino nesta quarta-feira contra o Porto Velho-RO, às 15h30 (com transmissão da Vasco TV), está engajado para se impor nesta temporada.

- Acredito que o grupo está nesse caminho, todo mundo quer deixar esse nome marcado no clube. Não só como grupo que segurou a onda, mas também como aquele grupo que conseguiu vencer - afirmou o zagueiro, que não atuará no duelo.

Na história do Vasco, a mentalidade vitoriosa passou por grupos que tinham talentos que começaram na Colina.

Últimas