Lance Após título em Córdoba, Matos celebra e coloca meta de top 70

Após título em Córdoba, Matos celebra e coloca meta de top 70

Batemos um papo com o novo brasileiro campeão de ATP

Lance
Lance

Lance

Lance

O ano de 2021 começou em grande estilo para Rafael Matos, que vem fazendo das duplas, o seu ganha pão. Próximo de adentrar o top 100 do ranking mundial, ele falou com exclusividade para a Tênis News.

Na semana passada, o canhoto de Porto Alegre conquistou o título do ATP 250 de Córdoba, na Argentina, ao lado do paulista Felipe Meligeni Alves, e celebrou: “é o primeiro ATP que entro direto pelo ranking e conquisto o título”.

Ele ainda reforça a grandeza do feito: “é gratificante ter um título de ATP, que é um feito bem grande”.

Um dos aspectos destacados por Matos foi a perseverança da dupla: “um estava apoiando muito o outro, quando alguma coisa não dava certo, ficava insistindo”. E tal perseverança foi de grande valia para o dueto, principalmente nos jogos de segunda rodada e também na semifinal, aonde foram selar a vitória somente na disputa do super tie-break.

Já em relação a partida final, apesar do placar mais dilatado, com vitória por 6x4 e 6x1 diante do talentoso francês Benoit Paire e do monegasco Romain Arneodo, Matos destaca a tensão. “O placar mostra que foi tranquilo, mas nós dois estávamos muito tensos do início ao fim, pois valia um título de ATP, mas taticamente conseguimos jogar bem, fazendo o simples, que foi o que fez a diferença”.

Com a conquista Matos atingiu o melhor ranking da carreira, figurando na posição de número 102 do ranking mundial, e mesmo assim, mantém os pés no chão, e sabe que ainda precisa remar muito para alcançar o seu primeiro objetivo que é o top 70. “Essa conquista ainda não muda muito a minha carreira, vou seguir jogando os Challenger para tentar baixar mais o ranking”.

Matos deve tentar jogar o ATP 250 de Santiago na semana que vem, e em seguida segue na capital chilena para a disputa de um Challenger. Após essa jornada, viaja para a Europa, onde disputará uma sequência de Challengers na Croácia e na Espanha, todos ao lado do atual parceiro, Felipe Meligeni Alves.

Mesmo com o mais alto ranking da carreira, ele ainda recebe ajuda da família para seguir no circuito: “tenho patrocínio de roupas da Fila e de cordas da Kirschbaum, mas minha família também me ajuda”.

Últimas