Lance Após estreia com derrota, Jorginho aposta em 'fator casa' e ressalta: 'Tomamos gols em falhas nossas'

Após estreia com derrota, Jorginho aposta em 'fator casa' e ressalta: 'Tomamos gols em falhas nossas'

Na estreia do técnico Jorginho, o Vasco foi derrota por 2 a 1 pelo Grêmio, pela Série B. Em coletiva, o treinador elogiou a atuação do time, mas falou em problemas na marcação

Lance
Lance

Lance

Lance

Na estreia do técnico Jorginho, o Vasco perdeu para o Grêmio por 2 a 1, de virada neste domingo, na Arena, pela 29ª rodada da Série B. Esta foi a sétima derrota seguida do Cruz-Maltino jogando como visitante neste Brasileirão. Por isso, depois do jogo, o treinador disse que o time precisa melhorar fora, mas ressaltou a importância do "fator casa" para o Gigante da Colina.


- Acho que a gente fez um segundo tempo melhor do que o Grêmio. Questão da posse de bola é sempre questionável. Não adianta ter a posse de bola maior se você perde o jogo. Falei para os meus jogadores. A gente sentir a dor da derrota é muito importante. Não quero ver ninguém rindo, satisfeito. Não estamos assim. Agora, não abaixa a cabeça. Estamos no G4. A gente acredita muito no fator casa, que estamos fazendo um excelente trabalho. A gente precisa melhorar fora, principalmente na questão da atenção, porque tomamos dois gols em falhas nossas - afirmou Jorginho, em entrevista coletiva, antes de completar:

- Eu, como treinador, assumo a responsabilidade. A partir de hoje eu tenho que falar que a responsabilidade é minha. Eu falo pra eles "façam aquilo que a gente tá trabalhando". Foram cinco dias de trabalho, a gente conversou bastante, vimos vídeos, conversei com muitos jogadores individualmente para que a gente pudesse melhorar cada vez mais. E vamos tratar natural e internamente as falhas que aconteceram, porque são coisas que acontecem no jogo e não podem acontecer normalmente, principalmente contra um adversário com um potencial tão grande.

Jorginho também ressaltou que, pare ele, o Vasco começou bem o jogo, mas os gols sofridos em sequência para o Grêmio não poderiam ter acontecido.

- A gente começou muito bem, muito atento, essa era a nossa preocupação, mas tomamos dois gols muito rápidos, que não poderiam acontecer. Mas é questão da gente trabalhar, conversar, organizar para que isso não aconteça mais. Só achei que a gente estava literalmente com a marcação um pouco distante, fiquei realmente preocupado com essa situação. Falei com a nossa segunda linha de marcação, que começa com o Marlos do lado direito, aí vem Yuri, Andrey e Alex, de que a gente precisava descer rapidamente essa linha de marcação porque eles jogam muito na entrelinha - disse o treinador.

Com a derrota para o Grêmio, o Vasco parou nos 45 pontos e, agora, tem apenas um de vantagem sobre o Londrina, primeiro time fora do G4 da Série B. Na próxima sexta-feira, o Cruz-Maltino recebe o Náutico, às 19h, em São Januário.

Últimas