Lance ANÁLISE: Em vitória sobre o Santos, Palmeiras escancara necessidade por um centroavante

ANÁLISE: Em vitória sobre o Santos, Palmeiras escancara necessidade por um centroavante

Verdão dominou o Peixe, criou diversas chances, mas venceu por apenas uma 1 a 0, com gol de pênalti

Lance
Lance

Lance

Lance

O Palmeiras dominou o Santos durante os 90 minutos no clássico realizado no Allianz Parque, no último domingo (13), pela 11ª rodada do Campeonato Paulista, mas a vitória mínima, por 1 a 0, escancarou que o Verdão precisa urgentemente de um jogador para definir as jogadas.

De acordo com o Footstats, o Verdão teve 61,77% de posse de bola, contra 38,23% dos santistas, com 20 finalizaçoes ante oito do adversário, o que confirma a superioridade palmeirense, mas também a ineficiência ofensiva de uma equipe que, mesmo engolindo o adversário, só marcou um gol, este marcado em uma cobrança de pênalti.

> TABELA - Confira a tabela do Paulistão e simule os próximos jogos

O Peixe deu a bola para o Palmeiras jogar, e o clube alviverde teve repertório em suas criações de oportunidades, com jogadas ensaiadas em lances de bola parada, algumas muitas ligações de diretas, principalmente no primeiro tempo, explorando a velocidade de Dudu nas pontas, tendo lances criados por Raphael Veiga e até em situações individuais, como uma, no início do segundo tempo, em que o lateral-esquerdo Jorge deixou dois defensores santistas para trás e parou no goleiro João Paulo.

O que faltou então? Colocar a bola para dentro. E para isso era necessário um jogador qualificado.

Rony mais uma vez foi utilizado como 'falso nove', e foi justamente ele o atleta que mais finalizou no lado palestrino. Foram sete chutes dos 20 do Palmeiras, o que representa 35% da equipe no jogo. Desses sete, três foram no alvo e quatro fora. Nenhum cruzou a linha fatal.

Não foi falta de tentativa. Rony tentou de voleio, bicicleta, de carrinho na entrada da pequena área colocando a bola por cima do gole até furou um passe açucarado de Dudu no segundo tempo. O camisa 10 é esforçado, mas é nítido que não tem as qualificações necessárias para ser o definidor do Verdão.

O Palmeiras sabe disso e por isso está no mercado em busca de um 'camisa 9'. Pedro, do Flamengo, é o plano A, mas o clube alviverde vê forte resistência do clube carioca em liberar o jogador, que tem contrato e uma multa superior a R$ 500 milhões.

Catellanos, do New York City, dos Estados Unidos, e Lucas Alário, do Bayer Leverkusen, da Alemanha, foram outros alvos do Verdão para o setor ofensivo, mas em ambos o caso os palestrinos saíram frustrados.

Últimas