Lance Alcaraz bate Tsitsipas em JOGÃO e faz história no US Open

Alcaraz bate Tsitsipas em JOGÃO e faz história no US Open

Aos 18 anos, espanhol é o mais jovem desde Pete Sampras e Michael Chang a alcançar 8ªs no torneio

Lance
Lance

Lance

Lance

Aos 18 anos, o espanhol Carlos Alcaraz, tornou-se o mais jovem tenista em 32 anos a chegar às 8ªs de final do US open, após vencer uma batalha de 4h8 diante do grego Stefanos Tsitsipas, 3º da ATP, com parciais de 6/3 4/6 7/6 (2) 0/6 7/6 (5).

Alcaraz tornou-se o mais jovem tenista em 32 anos a alcançar as 8ªs de final do US Open, antes dele, em 1989, os americanos Michael Chang e Pete Sampras, ambos com 17 anos, alcançaram a mesma fase do torneio.

Carlos Alcaraz encara o alemão Peter Gojowczyk que venceu o suiço Henri Laaksonen em 3/6 6/3 6/1 6/4.

O jogo

O pupilo de Juan Carlos Ferrero entrou em quadra determinado a fazer história, jogando um tênis agressivo e cometendo poucos erros, abriu 4/0 com quebras no 1º e 3º games em apenas 13 minutos de jogos, viu Tsitsipas reagir e devolver uma das quebras, mas ter sua reação freada.

Na segunda parcial, Alcaraz voltou a abrir vantagem em 3/0, com quebra no segundo game, mas viu a tática do grego mudar. Tsitsipas passou a devolver o saque do espanhol mais fundo na quadra, mas jogar dentro de quebra virando o placar da partida para 5/2 com quebra empatando a disputa.

No terceiro set, confiante e mais experiente, Tsitsipas passou a forçar erros do espanhol para minar sua confiança, assim, abriu 5/2, mas acabou levando a virada, sendo quebrado sacando para o set em duas oportunidades (8º e 10º games). Ao começar a levar a virada no set, Tsitsipas chegou a levar advertência por "coaching" [orientação vindo do box de sua equipe] e mesmo brigando, parou na ousadia do espanhol que arriscou bolas curtas, forçou o tiebreak, onde foi soberano sacando com bolas colocadas e forçado devoluções altas no backhand do grego, conquistando mini quebra no 2º e 6 pontos, abrindo 5/1 e administrando.

Após perder 3º set, Tsitsipas fez uma parada no vestiário, para a qual ia saindo de quadra sem pedir autorização do árbitro, ficou no vestiário por 3 minutos apenas, tempo em que o espanhol aproveitou também para ir ao vestiário, mas voltou errático e levou um pneu, diante do forte saque do grego, que dominou a parcial.

Ao fim do 4º set, Alcaraz pediu atendimento fisioterápico, pareceu sentir a região muscular do quadril e parte interna das coxas, recebeu medicação, e voltou melhor para o set decisivo, e foi resistindo as investidas do grego, levando o jogo para o tiebreak decisivo. Nele, Tsitsipas cedeu a primeira mini-quebra em dupla falta no 3º ponto e na sequência respondeu com um ace.

Últimas