Lance Ajinomoto promove ações educativas com atletas paralímpicos

Ajinomoto promove ações educativas com atletas paralímpicos

Time de nutricionistas da empresa apresenta o programa que incentiva a alimentação equilibrada para contribuir para a melhor performance

Lance
Lance

Lance

Lance

Apoiadora do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), a Ajinomoto do Brasil promoveu duas ações educativas on-line com atletas paralímpicos. O primeiro encontro, realizado no último dia 5, reuniu quase 100 integrantes de seleções adultas. No dia 6, foram cerca de 40 jovens da base. Representantes do setor de Marketing-Nutrição da empresa ministraram as palestras e realizaram dinâmicas tendo como tema o papel da nutrição para uma vida saudável e no dia a dia do esportista.

O time de nutricionistas apresentou aos atletas o programa “Alimentação para vencer – Kachimeshi®”. Criado pela empresa no Japão e adotado pelos comitês Olímpico e Paralímpico do país desde o início dos anos 2000, o conceito incentiva uma alimentação equilibrada e saborosa, que atenda às necessidades específicas de diferentes estilos e fases da vida, contribuindo para a melhor performance de atletas e pessoas comuns.

As especialistas falaram sobre grupos alimentares e a importância que uma alimentação equilibrada tem para a conquista de objetivos em uma trajetória competitiva. “Nosso objetivo é ajudá-los a assimilar informações para que sejam capazes de fazer boas escolhas, garantindo uma alimentação balanceada e saborosa com o que têm à disposição no dia a dia”, ressalta a gerente de Marketing-Nutrição da Ajinomoto do Brasil, Priscila Andrade.

Além de transmitir informações sobre nutrição aos atletas de alta performance, as especialistas também destacaram os benefícios que o consumo de aminoácidos oferece para a recuperação muscular.

- A vantagem do consumo de aminoácidos por meio de suplementação é o tempo de absorção: em média, 15 a 30 minutos, em comparação com as quatro horas necessárias para digerir proteínas, que são mais complexas estruturalmente - destaca Priscila.

- Um programa como esse é muito válido para nós, atletas, ficarmos atualizados sobre o que há de mais moderno em relação à nutrição esportiva e ainda mais no alto rendimento, no qual cada pequena melhora faz uma diferença significativa nos resultados. Iniciativas como essa mostram que, finalmente, estamos saindo do campo das pesquisas acadêmicas para as iniciativas de mercado - completa o nadador pernambucano Phelipe Rodrigues, dono de sete medalhas paralímpicas, além do heptacampeonato parapan-americano em Lima 2019, pela classe S10 (para atletas com limitações físico-motoras).

Essas não foram as primeiras ações do tipo promovidas pela Ajinomoto do Brasil no CPB. No fim de 2019, os encontros reuniram, separadamente, atletas de tênis de mesa e atletismo. No início de 2020, antes da pandemia, foi realizada atividade semelhante com nadadores até 19 anos.

Últimas