Lance Adaptado ao trabalho de Jardine, Richarlison fala sobre 10 da Seleção olímpica: 'Responsabilidade dobrada'

Adaptado ao trabalho de Jardine, Richarlison fala sobre 10 da Seleção olímpica: 'Responsabilidade dobrada'

Atacante destaca semelhanças de forma de trabalho com técnico da equipe olímpica com Tite e se mostra ávido por gols: 'Espero continuar a ajudar meus companheiros'

Lance

O atacante Richarlison não se esquiva da responsabilidade de vestir a camisa 10 da Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos. Em entrevista coletiva nesta quinta-feira (29), o "Pombo" reconheceu que lida com o desafio de manter seu poder de decisão nas quartas de finais, contra o Egito, mas garante que se sente privilegiado.

- Eu fico muito feliz de vestir a camisa 10 do Neymar, do Pelé, Ronaldinho, Zico, a responsabilidade é dobrada. A gente sabe que quem veste a 10 tem que decidir jogos, mas Papai do Céu tem me abençoado dentro de campo. Espero continuar ajudando os companheiros e eles me ajudando também - afirmou.

Aos seus olhos, a adaptação rápida se deve à maneira como o trabalho do técnico André Jardine e de Tite, comandante da Seleção principal, se assemelham. Além disto, o acolhimento dos jogadores olímpicos é visto como crucial para ter atuado muito bem nesta primeira fase.

- Creio que o Jardine tem a mesma maneira de jogar do Tite, as mesmas ideias de marcar lá em cima, pressão na saída de bola, por isso que me adaptei muito rápido ao estilo de jogo dele aqui. Meus companheiros têm me ajudado dentro de campo, não à toa a bola está chegando redonda e a gente pôde fazer os gols. O Jardine é um grande treinador, tem experiência coma atletas mais novos, então a gente tenta pegar o máximo de informações com ele também, ele é um cara que nos ajuda muito aqui dentro - ressaltou.

O atacante ainda revelou como foi o papo com Neymar ao saber que estava na lista do técnico André jardine.

- Quando recebi a convocação para a Seleção olímpica, eu estava na Granja (Comary), no mesmo quarto, foi onde ele falou: "Quero ver botar a 10, ter personalidade de pegar a 10". Quando Jardine me ligou, ele perguntou se eu tinha preferência e eu logo falei o 10. Quando terminou a ligação, contei para o Neymar que pedi a 10. Ele ficou feliz, sabe do carinho que tenho por ele, eu me espalhava nele, cortava cabeça igual a ele quando era mais novo. Faço o máximo para honrar a 10 e a camisa da Seleção brasileira. Espero passar ele e o Bebeto em gols - disse.

Richarlison já está no Top 5 dos artilheiros do Brasil na competição. Veja aqui quais são os demais (atualmente o tetracampeão Bebeto está na dianteira).

Às vésperas do duelo com o Egito, o atacante falou sobre a ansiedade de disputar uma partida decisiva na busca pelo ouro olímpico.

- A ansiedade é a mesma de jogar quartas, semis e final de Copa América, tive essa experiência já. Aqui a gente tem jogadores experientes em todo tipo de competição possível, como o Daniel Alves. Tentamos seguir o exemplo dele, um cara tranquilo, que honra a camisa - destacou.

A Seleção encara o Egito neste sábado (31), às 7h (de Brasília).

Últimas