Lance 13 mil km em nove dias: Palmeiras começa maratona fora de casa

13 mil km em nove dias: Palmeiras começa maratona fora de casa

Entre as duas próximas terças-feiras, clube passará por Rio Grande do Sul, Ceará e Argentina para jogos decisivos em três competições diferentes

Entre as duas próximas terças-feiras, o clube passará por Rio Grande do Sul, Ceará e Argentina para partidas decisivas pelas três competições que disputa na temporada

Delegação do Palmeiras acumulará mais de 13 mil km em viagens em nove dias

Delegação do Palmeiras acumulará mais de 13 mil km em viagens em nove dias

Lance

Após empatar por 1 a 1 diante do São Paulo, no sábado, no Morumbi, chegando a 33 jogos sem perder no Brasileiro, o elenco do Palmeiras ganhou folga no domingo e se reapresenta na tarde desta segunda-feira para um período cansativo. A partir desta terça-feira, o clube inicia uma maratona que o fará viajar por mais de 13 mil km em nove dias para disputar partidas decisivas das três competições em que segue vivo na temporada.

O elenco treina na Academia de Futebol na manhã de terça-feira e embarca para Porto Alegre, onde enfrenta o Inter na quarta-feira, pelas quartas de final da Copa do Brasil - se não perder, avança, já que venceu a ida por 1 a 0 no Allianz Parque, na semana passada. É o primeiro compromisso da maratona, e o imediatamente mais importante, pois define o destino do clube no torneio.

Deve treinar no Rio Grande do Sul na quinta-feira e ir a Fortaleza, sede do duelo de sábado contra o Ceará, defendendo a liderança do Campeonato Brasileiro. O time está em primeiro lugar com 26 pontos, três acima do Santos. Se os comandados de Felipão forem derrotados, perderão a ponta da tabela caso o Peixe vença o Botafogo, no domingo de manhã, superando, ainda, uma diferença que hoje é de dez gols no saldo (16 do Verdão, seis dos alvinegros).

A sequência em aeroportos se completa com a viagem mais longa, do Nordeste para a Argentina. No país vizinho, o Palmeiras abre os duelos pelas oitavas de final da Libertadores diante do Godoy Cruz, em Mendoza, no dia 23, com a missão de conseguir um resultado que, ao menos, não complique a tarefa no confronto de volta, no dia 30, no Allianz Parque. No dia 24, a delegação, finalmente, retornará para São Paulo.

O LANCE! chegou ao número de 13.100 km de viagem utilizando o Google Maps, saindo da Academia de Futebol para o Beira-Rio (cerca de 1.100 km), do Beira-Rio para o Castelão (3.800 km), do Castelão para o estádio Malvinas Argentinas (5.300 km) e do Malvinas Argentinas para a Academia de Futebol novamente (2.900 km). O compromisso seguinte do time, após a maratona, será contra o Vasco, no dia 27, já no Allianz Parque, pelo Brasileiro.

O Palmeiras ainda não divulgou detalhes, mas, dentro do rodízio de escalações, é bem provável que parte da delegação não passe por Fortaleza. Os principais jogadores poderiam continuar treinando em Porto Alegre, a 2.000 km do estádio Malvinas Argentinas, ou até mesmo voltarem a São Paulo (1.100 km de viagem) para trabalhar visando o Godoy Cruz e encarar os 2.900 km de viagem a Mendoza. A certeza é que um time misto enfrentará o Ceará no sábado.

- Não é fácil. Mas sabíamos disso desde a parada: em alguns momentos, terá acúmulo de jogos fora de casa, e jogos difíceis, decisões. Mas temos um grupo e estamos preparados, também com o suporte da diretoria e de todo o estafe para fazer a melhor programação possível. Sabemos que, dentro das dificuldades, o Palmeiras vai conseguir se organizar bem para fazermos grandes jogos fora de casa e conseguirmos nossos objetivos - disse Moisés.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.