Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Willian, ex-Corinthians, critica futebol brasileiro novamente: 'Pressão exagerada'

O atacante, atualmente no Fulham-ING, deixou o Timão no meio do ano passado, após receber ataques e ameaças de torcedores

Futebol|

Willian teve passagem discreta pelo Corinthians em 2022
Willian teve passagem discreta pelo Corinthians em 2022 Willian teve passagem discreta pelo Corinthians em 2022

O atacante Willian, que deixou o Corinthians em 2022 e agora atua no Fulham, da Inglaterra, voltou a criticar o futebol brasileiro. O retorno ao clube em que ele iniciou sua carreira não foi o esperado. Muito criticado pela torcida corintiana, o jogador já havia dito que jamais retornaria para o futebol nacional devido aos ataques e ameaças que ele diz ter sofrido em suas redes sociais.

Willian deixou o Corinthians após a eliminação para o Flamengo na Libertadores. Nos últimos meses de sua passagem, alegou que estava sofrendo ataques e ameaças e prestou queixa, junto com sua família, na polícia.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

• Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Quase um ano depois de sua amarga despedida, o atacante voltou a criticar as torcidas brasileiras em entrevista à revista Placar. "Pressão vai existir em todo lugar, mas desde que seja em relação ao que acontece dentro de campo. As críticas têm que ser baseadas nisso." Para Willian, o grande problema é que os brasileiros não entendem que jogadores também têm dias ruins.

"Às vezes os torcedores enxergam o jogador como máquina, que tem que acertar tudo 100%, mas o jogador é um ser humano, sujeito a erros como qualquer outro profissional. Muitas vezes a pressão acaba sendo exagerada, levando para outro lado, atingindo familiares", afirmou.

Publicidade

Em alta no clube britânico, o atacante comparou a realidade do Campeonato Inglês à pressão sofrida por atletas que atuam no Brasil. "Aqui uma derrota nunca vai impedir o direito do jogador de ir ao shopping ou ao restaurante com os filhos. Minha vida pessoal é intocável, mas a gente sabe que no Brasil não é assim."

Pai sob ameaça de prisão, mansão interditada e desvalorização de R$ 800 milhões: o pesadelo de Neymar

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.