Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Vestiário em ebulição: Paulo Turra cumpre o prometido e causa descontentamento interno no Santos

Reportagem do R7 apurou que o estilo "general" do treinador não caiu bem entre os jogadores

Futebol|Do Live Futebol BR

Paulo Turra conversa com o elenco do Santos
Paulo Turra conversa com o elenco do Santos Paulo Turra conversa com o elenco do Santos

Anunciado há pouco menos de um mês como substituto de Odair Hellmann, Paulo Turra chegou ao Santos prometendo "colocar o vestiário em ebulição". Afinal, o clube vinha de eliminações precoces - na Copa do Brasil e Sul-Americana - e estava cada vez mais próximo da zona de rebaixamento do Brasileirão.

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

"Eu não vou falar o que eu encontrei (no vestiário). Eu tenho que falar o que eu vou fazer. Vamos colocar nosso vestiário em ebulição", disse o treinador em sua chegada. A diretoria, porém, não esperava que Paulo Turra seguiria à risca o prometido.

Publicidade

Leia também

A reportagem do R7 apurou que o estilo "general" de Paulo Turra não foi bem aceito internamente e já é alvo de descontentamento em alguns setores do clube. Principalmente porque o elenco do Santos conta com muitos jogadores jovens, que se sentem ainda mais pressionados com as cobranças do treinador.

Com um perfil totalmente diferente do seu antecessor, o ex-treinador do Athletico-PR deixou o clima no clube ainda mais pesado. Paulo Turra assumiu a responsabilidade de fazer uma reformulação no elenco com a temporada em andamento e seis jogadores foram afastados desde a sua chegada.

Publicidade

Os laterais Nathan e Lucas Pires, além do meia Soteldo, saíram dos planos por questões disciplinares. O venezuelano, inclusive, deixou claro que não quer jogar com Paulo Turra. Já os meias Daniel Ruiz, Ed Carlos e Ivonei foram afastados por questões técnicas.

Não bastasse tudo isso, os resultados dentro de campo também não ajudam Paulo Turra. Desde a sua chegada, o Santos ganhou do Goiás (4 a 3), empatou com o Blooming, da Bolívia (0 a 0), e perdeu para Cuiabá (3 a 0) e São Paulo (4 a 1). São 11 gols sofridos e quatro marcados em quatro partidas.

Publicidade

Sem conseguir reagir, o Peixe figura na 14ª colocação do Brasileirão, com 16 pontos, a quatro do Goiás, que abre a zona de rebaixamento. O próximo jogo será no domingo (23), contra o líder Botafogo, na Vila Belmiro, que mais uma vez não vai poder receber torcida por conta da punição do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva).

Um novo tropeço aumentaria a pressão em cima do trabalho de Paulo Turra. É esperar para ver...

Férias no Brasil, hambúrguer e réplica do pé: veja sete coisas inusitadas que Messi já fez

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.