Futebol Vasco empata com Racing em casa e se complica na Libertadores

Vasco empata com Racing em casa e se complica na Libertadores

Em São Januário, resultado foi conquistado de forma heroica, com um a menos, mas coloca equipe de Zé Ricardo em situação difícil na competição

vasco, libertadores, racing,

Em São Januário, Vasco e Racing ficaram no 1 a 1 pela 4ª rodada da Liberta

Em São Januário, Vasco e Racing ficaram no 1 a 1 pela 4ª rodada da Liberta

Ricardo Moraes/REUTERS - 26.04.2018

O Vasco empatou com o Racing por 1 a 1, nesta quinta-feira (26), em São Januário, e segue com a vida complicada no Grupo 5 da Copa Libertadores da América.

Com o resultado, cruzmaltinos chegam a dois pontos, enquanto os argentinos estão com sete, na liderança da chave.

Assim, com Cruzeiro e Universidad de Chile com cinco pontos, o Vasco terá de vencer suas duas próximas partida se quiser se classificar à s oitavas de final.

Apesar de manter a equipe de Zé Ricardo distante dos adversários, o resultado foi conquistado de forma heroica.

O time cruzmaltino saiu perdendo com um gol de Lautaro Martínez, e ainda ficou em desvantagem após a expulsão de Desábato. Mesmo assim, chegou ao empate no fim da partida, com Wagner.

O jogo

A partida começou disputada em São Januário. Aos cinco minutos, Rildo recebeu cruzamento e tentou a bicicleta, mas mandou para fora.

Aos 18, Donati cobrou falta por cima do gol de Martín Silva.

Sete minutos depois, após cobrança de Pikachu, Rios tentou o desvio de cabeça, mas Musso fez boa defesa.

O primeiro gol do jogo veio aos 31 minutos. Centurión fez boa jogada pela direita e acionou Lautaro Martínez na grande área. O atacante chutou, mas Martín Silva espalmou. No rebote, o próprio Martínez pegou a sobra e mandou para o fundo do gol.

Aos 41 minutos, o jogo foi paralisado por conta de um confronto entre os torcedores do Racing e a polícia do Rio de Janeiro. Com a ajuda dos atletas do time argentino e Eduardo Coudet, o técnico, que acalmaram a torcida, a confusão se encerrou.

Três minutos depois, boa chance para o Racing: em jogada ensaiada, Lisandro López recebeu passe pela entrada da área e chutou rasteiro, mas mandou para fora.

Na etapa final, após cobrança de falta de Henrique, Werley apareceu bem e fez o cabeceio, mas mandou para fora.

Aos sete, perigo para o Vasco: Neri Cardozo cobrou falta, Lisandro López cruzou fechado e, quase abaixo do gol, Pikachu tirou a bola.

Dois minutos depois, Pikachu cobrou falta perigosa e Soto quase marcou um gol contra. A bola passou ao lado do gol.

Com de minutos da segunda etapa, os cruzmaltinos se complicaram ainda mais. Desábato fez falta com pisão em Martínez, recebeu o segundo amarelo e foi expulso do jogo.

Aos 14, quase o segundo. Após cruzamento e corte parcial da zaga do Vasco, Donati pegou a sobra e chutou, mas mandou a bola para fora.

Aos 25, Rildo foi acionado na área, dividiu com Soto e desabou no gramado. Os jogadores do Vasco pediram pênalti, mas o árbitro mandou o lance seguir. 

Cinco minutos depois, após cruzamento e bate e rebate, Riascos pegou a sobra e chutou com força, mas mandou para fora.

Aos 31, Martín Silva fez grande defesa. Em contra-ataque do Racing, Martínez recebeu ótimo passe na grande área e chutou na saída do uruguaio, que fechou o gol e impediu o segundo dos argentinos.

Quatro minutos depois, após muito insistir, o Vasco conseguiu um gol heroico. Pela direita, Ríos chutou cruzado, Musso espalmou e, no rebote, Wagner finalizou para o fundo do gol.

Aos 42, quase a virada do Vasco. Pikachu recebeu pela intermediária, ajeitou e chutou no canto, mas Musso fez a defesa.

FICHA TÉCNICA:

VASCO 1 X 1 RACING

VASCO - Martín Silva; Yago Pikachu, Werley, Paulão e Henrique; Wellington (Riascos), Desábato, Thiago Galhardo (Fabrício), Wagner e Rildo (Bruno Silva); Andrés Ríos. Técnico: Zé Ricardo.

RACING - Musso; Saravia, Sigali (Miguel Barbieri), Donatti e Soto; Nery Domínguez, Diego González e Neri Cardozo (Zaracho); Centurión, Lautaro Martínez e Lisandro López (Mansilla). Técnico: Eduardo Coudet.

GOLS - Lautaro Martínez, aos 31 minutos do primeiro tempo. Wagner, aos 36 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Diego Haro (Fifa/Peru).

CARTÕES AMARELOS - Henrique, Werley (Vasco); Neri Cardozo, Miguel Barbieri, Soto, Zaracho (Racing).

CARTÃO VERMELHO - Desábato (Vasco).

RENDA - R$ 596.528,35.

PÚBLICO - 9.911 pagantes (10.379 presentes).

LOCAL - Estádio São Januário, no Rio (RJ).

R7 Esportes no Facebook. Curta a página!

Mercado da Bola: as novidades dos clubes para o Brasileirão 2018

    Access log