Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Treinador especulado na seleção brasileira deve assumir o PSG, diz jornal

Luis Enrique tem negociações avançadas com a diretoria do clube francês; espanhol já trabalhou com Neymar no Barcelona

Futebol|Do R7

Luis Enrique comandou a Espanha na Copa do
Mundo
Luis Enrique comandou a Espanha na Copa do Mundo Luis Enrique comandou a Espanha na Copa do Mundo

O técnico espanhol Luis Enrique tem negociações avançadas com o Paris Saint-Germain para ser o treinador do clube francês na próxima temporada.

Após comunicar a Christophe Galtier que ele não comandará mais a equipe, o PSG procura um substituto e parece ter encontrado um nome que agrada à direção do time. A informação é do jornal L'Équipe.

• Compartilhe esta notícia no WhatsApp

• Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Nomes como Zinedine Zidane, Julian Nagelsmann, Marcelo Gallardo e Sérgio Conceição foram veiculados como possíveis candidatos ao cargo, mas é o ex-técnico do Barcelona quem deve assumir o posto.

A negociação ainda não foi concluída. Porém, o PSG planeja anunciar seu novo comandante ao longo da semana.

Publicidade

A demissão de Galtier não foi oficializada visto que o técnico e o clube não chegaram a um acordo sobre os termos da rescisão contratual. O time francês entende que é uma questão de tempo até o desligamento se tornar oficial.

Luis Enrique foi o responsável por guiar o chamado trio MSN (formado por Messi, Suárez e Neymar) na conquista da tríplice coroa europeia em 2015.

Publicidade

Aos 53 anos, o técnico comandou a seleção espanhola no último ciclo de Copa do Mundo, mas caiu para Marrocos nas oitavas de final e acabou deixando o cargo.

Enrique foi um dos treinadores que melhor soube aproveitar Neymar durante sua carreira e está acostumado a lidar com um vestiário cheio de estrelas. De acordo com o jornal Sport, o clube francês vê com bons olhos a experiência do espanhol.

O ex-Barcelona chegou a ser especulado para o comando da seleção brasileira, mas foi enfático ao dizer que não tinha o perfil para ser técnico do Brasil. "Ninguém do Brasil falou comigo. Me encantam os jogadores de qualidade, sempre os escolho. Mas não sei se seria o melhor para uma seleção desse nível", afirmou em entrevista no começo do ano.

E aí, quem vem? Veja a situação de cada um dos cotados a assumir a seleção brasileira

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.