Timão agradece o São Paulo e disputa jogo decisivo como se deve

Corinthians deu 'carteirada' de equipe poderosa contra sensação Bragantino, comportou-se como um time que quer o título e passou às semis do Paulista

Festa do Corinthians resgatada pela colaboração dupla do São Paulo

Festa do Corinthians resgatada pela colaboração dupla do São Paulo

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Red Bull Bragantino zero, Corinthians dois, pelas quartas-de-final do Campeonato Paulista 2020.

Éderson e Jô.

O Timão – que teve toda a atitude que faltou ao São Paulo na véspera – agradece a vergonha da gangorra do Tricolor e está classificado para a semifinal do Paulista.

O Corinthians teve sorte ao roubar a bola logo na saída e fazer seu gol aos 30 segundos do primeiro tempo, no primeiro lance, numa falha bisonha de Júlio César, sem que praticamente o Bragantino tocasse na bola.

Mas não foi só isso.

Jô, com razão até certo ponto justificada, ficou cansado aos 20 minutos do primeiro tempo, mas o sentido coletivo das disputas do Corinthians prevaleceu.

O um a zero dos trinta segundos preservou o Timão e deu uma certa calma para trabalhar no segundo tempo.

Éderson e Ramiro foram os melhores da partida, com boas atuações sobretudo na primeira etapa.

Jô, mesmo quase se arrastando em campo de tanto cansaço, fez o que mais sabe fazer: um gol de cabeça, o segundo, para resolver o problema.

Bragantino, a sensação, é eliminado.

Corinthians, com um elenco limitado tecnicamente, ainda não tomou um gol no pós-pandemia.

Time grande quando encara decisão deve ser assim.

São Paulo eliminado com agradecimento da Fiel.

Vá entender o futebol...

Ex-piloto da F-1 destrói McLaren Senna avaliada em R$ 8,3 milhões