Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Rubiales comparece a tribunal para depor e explicar beijo forçado em campeã mundial pela Espanha

Ex-presidente da federação de futebol do país mantém versão de que gesto foi mútuo e consensual, mas a atleta confronta a tese

Futebol|Do R7, com Reuters e AFP


Rubiales depôs hoje a juiz espanhol sobre beijo
Rubiales depôs hoje a juiz espanhol sobre beijo

O ex-presidente da Federação Espanhola de Futebol Luis Rubiales compareceu, nesta sexta-feira (15), a um tribunal de Madri, na Espanha, para responder a perguntas sobre o processo de assédio sexual a que responde por beijar, à força, a jogadora Jenni Hermoso na premiação da Copa do Mundo de 2023, vencida pelas espanholas na Austrália em agosto.

O episódio provocou uma discussão em nível nacional no esporte e na sociedade da Espanha sobre o sexismo e o respeito às mulheres.

Rubiales, de 46 anos, mantém a versão de que o beijo foi mútuo e consensual. Depois de semanas em que enfrentou grande pressão para renunciar ao cargo de presidente da federação espanhola, Rubiales, que já tinha sido suspenso pela Fifa, finalmente deixou o posto no dia 10 de setembro.

O juiz Francisco de Jorge é o responsável pela tomada dos depoimentos. Depois disso, o magistrado vai decidir, conforme a legislação espanhola, se o caso vai a julgamento. Caso avance, Rubiales pode pegar uma pena de 1 a 4 anos de prisão.

Publicidade

Rubiales investigado

Cinco dias depois da demissão, Rubiales chegou às 11h10 no horário local (7h10 no Brasil), para a audiência marcada para o meio-dia e estava acompanhado de sua advogada. Na chegada, não falou com as dezenas de jornalistas que o esperava. A audiência ocorreu a portas fechadas.

Uma reforma recente do Código Penal da Espanha definiu que um beijo não consentido pode ser considerado uma agressão sexual, uma categoria de punição que agrupa todos os tipos de violência sexual. As penas por um beijo forçado podem ir desde multa até quatro anos de prisão.

Publicidade

O Ministério Público espanhol também investiga um suposto delito de coação, já que Hermoso disse em sua declaração "que tanto ela como as mulheres no seu entorno mais próximo sofreram uma pressão constante e reiterada por parte de Luis Rubiales e o entorno profissional dele, para que justificasse e aprovasse os fatos".

O ato do ex-cartola provocou uma onda internacional de indignação quando beijou a jogadora na entrega das medalhas do Mundial disputado na Austrália. Rubiales deixou o cargo no último domingo.

"Foi um ato mútuo", explicou Rubiales. "Não foi intencional. Não havia conotação sexual de nenhum tipo, só foi um momento de felicidade, a grande alegria do momento", disse durante uma entrevista a programa de TV britânico na última terça-feira (12). "Minhas intenções eram nobres, 100% não sexuais, 100%. Repito, 100%", reiterou.

A versão dele foi ao encontro do que disse Jenni Hermoso, que indicou que se sentiu "vulnerável e vítima de uma agressão" quando recebeu o beijo e que, para ela, se tratou de "um ato impulsivo, machista, fora de contexto e sem nenhum tipo de consentimento". A atleta, de 33 anos, apresentou uma denúncia formal na semana passada.

Além de beijar campeã, cartola teria roubado dinheiro para festa; conheça Luis Rubiales:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.