Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Riquelme faz projeção para o jogo entre Boca e Palmeiras, e alerta para o gramado sintético

Vice-presidente dos Xeneizes avaliou o duelo pela Libertadores e pregou respeito ao adversário: "Um rival difícil"

Futebol|Do Live Futebol BR


Riquelme, vice-presidente do Boca, analisou o duelo contra o Palmeiras
Riquelme, vice-presidente do Boca, analisou o duelo contra o Palmeiras

Palmeiras e Boca Juniors se enfrentam pela semifinal da Copa Libertadores da América, buscando a vaga na grande decisão, as equipes terão um grande duelo pela frente. Em entrevista à ‘ESPN Argentina’, o vice-presidente dos Xeneizes, Juan Román Riquelme avaliou a partida e exaltou o time brasileiro.

Compartilhe esta notícia no Whatsapp

Compartilhe esta notícia no Telegram

“Tivemos que jogar com times complicados, porque são todos complicados, e temos um rival difícil, com bons jogadores, que tem treinador e jogadores juntos há três anos, que sabem jogar”, analisou o ex-jogador e atual vice-presidente do Boca Juniors.

Publicidade

Além disso, Riquelme também alertou sobre o gramado sintético do estádio do Palmeiras. O assunto já havia sido repercutido pelo goleiro do Boca Juniors, Sergio Romero, que se mostrou preocupado em jogar em uma grama que não é natural.

Leia também

“Vamos jogar em um campo sintético, que não é o mesmo jogo que na grama natural... A bola bate diferente, vai mais rápido, é um outro jogo”, analisou Riquelme.

Publicidade

Apesar da preocupação, Riquelme demonstrou confiança em sua equipe e afirmou que o jogo de ida, na Bombonera, será fundamental para o Boca Juniors.

“primeiro temos o nosso jogo em casa, com a nossa gente, com certeza será uma grande festa. Temos que pensar nesse jogo para ver se temos sorte de vencer e a partir daí pensaremos no próximo”, disse.

Boca Juniors e Palmeiras fazem o primeiro jogo da semifinal da Libertadores no dia 28 de setembro, na La Bombonera, em Buenos Aires. O jogo de volta está marcado para o dia 5 de outubro, no estádio Alviverde.

Avaliada em R$ 5 bilhões, seleção brasileira é a quarta mais valiosa do mundo; veja ranking

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.