Futebol Rafael Elias quer 'renascer' no Palmeiras e agradece apoio 

Rafael Elias quer 'renascer' no Palmeiras e agradece apoio 

Atacante ficou 14 meses afastado por conta de uma punição por doping e prometeu empenho na volta aos gramados

Lance
Rafael Elias foi o autor do segundo gol da vitória do Palmeiras sobre a Ferroviária

Rafael Elias foi o autor do segundo gol da vitória do Palmeiras sobre a Ferroviária

Lance

Impedido de atuar por 14 meses por conta de uma suspensão por doping, Rafael Elias, que fez sua reestreia diante do Corinthians, voltou a marcar pelo Palmeiras neste domingo, no Allianz Parque, diante da Ferroviária. O atacante aproveitou um vacilo da defesa e sacramentou a vitória por 2 a 0.

O desabafo de Rafael durante a comemoração foi explicado na entrevista concedida após o apito final.

- Muito trabalho, muita dedicação. Foi muito difícil esse tempo e eu pensava que esse momento não ia chegar. Agradecer ao jurídico, toda a direção e comissão. Sempre me apoiaram. Agradecer minha esposa, minha mãe, minha filha. Faltam palavras para descrever esse momento. Só a gente sabe o que passou - contou, dando sequência aos agradecimentos.

Gratidão ao Palmeiras, clube que sou formado. Pude voltar e fazer gol. Espero que seja o primeiro de muitos nessa temporada, a gente tem muito a colher no ano. O pessoal dentro da Academia sabe o que trabalho, trabalhando no dia a dia a gente pode colher - completou.

Antes do retorno de Rafael Elias aos gramados, a postura do atleta mais madura e ‘consciente’ agradou o clube. À época, o atacante foi fortemente elogiado nos bastidores e, além disso, foi ventilado que essa seria a última grande chance.

Com o intuito de seguir aproveitando as oportunidades, Rafael deve ser relacionado para a próxima partida do Campeonato Paulista. No entanto, não se sabe ao certo quando a equipe volta a campo, uma vez que o futuro da competição não está definido. Uma reunião nesta segunda-feira vai definir se o Verdão vai visitar o São Bento, nesta quarta-feira. às 19 horas (de Brasília).

Em quatro meses, Abel já marca nome na história do Palmeiras

Últimas