Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Qual a origem do dinheiro do clube que pode tirar Abel Ferreira do Palmeiras?

Al-Sadd, do Catar, recebe investimentos da terceira família mais rica do mundo, os Al-Thani

Futebol|Do R7

Abel recebeu proposta milionário de clube do Catar
Abel recebeu proposta milionário de clube do Catar Abel recebeu proposta milionário de clube do Catar

Os dias de Abel Ferreira no Palmeiras podem estar contados graças a uma proposta astronômica do Catar. Segundo o Blog do Nicola, o Al-Sadd ofereceu R$ 107 milhões, livres de impostos, para a equipe do treinador. Ou seja, ele e os auxiliares teriam direito a quase R$ 9 milhões por mês.

O número impressionante o tornaria o terceiro técnico mais bem pago do mundo, apenas atrás de Diego Simeone (Atlético de Madrid) e Pep Guardiola (Manchester City).

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu Whatsapp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Assine a newsletter R7 em Ponto

Publicidade

Mas, afinal, o clube catari tem todo esse poderio econômico? De onde vem esse dinheiro?

A resposta é sim: o Al-Sadd tem condições de sobra para pagar esse valor para Abel. A equipe é a maior do Catar no esporte, com 16 títulos nacionais, duas Liga dos Campeões da Ásia, em 1989 e 2011, e um terceiro lugar no Mundial de Clubes (2011).

Publicidade

Mas além do prestígio no futebol, o dono do time é ninguém mais, ninguém menos, do que o sheik Mohammed Bin Khalifa Al-Thani, irmão do emir do Catar Tamim bin Hamad bin Khalifa Al-Thani.

A família Al-Thani comanda o país a quase 200 anos — desde 1825 — e tem uma fortuna estimada em R$ 1,6 trilhão (a terceira maior do mundo). Apenas o sheik, tem cerca de R$ 10 bilhões nos cofres.

O dinheiro que mantém o Al-Sadd, portanto, é da família. A principal origem do montante dos Al-Thani é a exploração de petróleo e gás natural e outros investimentos espalhados pelo mundo, como o maior edifício da Europa (o arranha-céu Shard, em Londres) e o Empire State Building (arranha-céu em Nova York).

A família também investe na loja de departamentos Harrods e, segundo o jornal chinês South China Morning Post, no banco britânico Barclays, na Volkswagen e na British Airways (companhia aérea do Reino Unido).

Se não bastasse essa lista, o patrocinador master do clube é a Qatar Airways, uma das maiores companhias aéreas do mundo e que também tem na lista de investidores os Al-Thani.

Inclusive, o membro da família Hamad Bin Ali Bin Jabor Al-Thani foi um dos primeiros CEOs da companhia, em 1995. Já em 1997, Hamad bin Khalifa Al-Thani, pai do atual emir do Catar, foi responsável por relançar a empresa a nível internacional.

Não é só o Botafogo! Veja outros times que perderam edições do Brasileirão que estavam 'ganhas'

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.