Futebol 'Por que a opinião de um profissional português causou tanto desconforto?', questiona Palmeiras

'Por que a opinião de um profissional português causou tanto desconforto?', questiona Palmeiras

O Verdão fez uma lista de questionamentos à CBF depois que a entidade acusou o auxiliar de Abel de xenofobia

  • Futebol | Do R7

Resumindo a Notícia

  • O Palmeiras fez uma série de questionamentos à CBF.
  • O time pede à entidade que esclareça a atitude que teve com João Martins.
  • Nota do clube vem depois de a CBF divulgar informativo em que acusa auxiliar de xenofobia.
  • O Palmeiras diz que sempre teve uma boa relação com a CBF.
Palmeiras faz pronunciamento após nota oficial divulgada pela CBF

Palmeiras faz pronunciamento após nota oficial divulgada pela CBF

Divulgação

O Palmeiras saiu em defesa do auxiliar técnico de Abel Ferreira, João Martins, depois que a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) declarou que vai denunciar o profissional por xenofobia ao STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). 

O Verdão divulgou um comunicado oficial neste segunda-feira (3), no qual faz uma lista de questionamentos à entidade. 

Confira abaixo os pontos que o time paulista pede que sejam esclarecidos pela CBF:

• "Por que o comunicado da CBF é endereçado exclusivamente ao Palmeiras, sendo que profissionais de outra equipe da Série A fizeram, também ontem, comentários semelhantes aos do auxiliar técnico João Martins?"

• "Por que a opinião de um profissional português sobre o futebol brasileiro causou tanto desconforto à CBF se a própria entidade, como é de conhecimento público, busca um treinador estrangeiro para comandar a seleção brasileira?"

• "Qual teria sido a conduta 'xenofóbica' de João Martins? Elogiar a qualidade dos jogadores brasileiros?"

• "Se a gestão da Comissão de Arbitragem investe tanto assim em tecnologia, por que o nosso VAR é incapaz de mostrar objetivamente se uma bola ultrapassou ou não a linha de gol, como aconteceu no recente duelo entre Palmeiras e Bahia, pelo Brasileiro?"

Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram

• "Por que o atleta Zé Ivaldo, do Athletico-PR, não foi expulso ontem, após acertar uma cotovelada na nuca do atacante Endrick, em lance revisado pelo VAR?"

• "Por que no jogo entre Palmeiras e São Paulo, pela Copa do Brasil de 2022, o VAR não traçou a linha de impedimento no lance que originou o gol do nosso adversário e que nos custou a eliminação? Por que a imagem da revisão desta jogada sumiu?"

• "Por que a Comissão de Arbitragem da CBF, presidida por Wilson Seneme, nunca pediu desculpas ao Palmeiras pelo erro grave cometido pelo VAR na Copa do Brasil do ano passado?"

• "Por que o Palmeiras, na rodada seguinte após a mais recente data Fifa, não pôde contar com nenhum de seus três atletas convocados para a seleção brasileira?"

Por fim, o Verdão deixa claro que sempre se preza de manter uma relação saudável com a CBF, mas, em razão dos "reiterados erros graves cometidos contra o Palmeiras" e da nota divulgada pela entidade, preferiu tornar pública a indignação do clube.

"Não queremos ser beneficiados, mas exigimos que as regras sejam aplicadas com isonomia", reforça. 

O time acredita que o STJD terá um "tratamento equilibrado" com o auxiliar João Martins. 

Veja as fotos da partida entre Athletico-PR e Palmeiras pelo Brasileirão

Últimas