Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Paulinho brilha e Atlético-MG vira sobre o Athletico-PR na Libertadores; assista aos gols

Galo vai aos seis pontos e chega à vice-liderança do Grupo G; Furacão perde a chance de classificação antecipada

Futebol|

No duelo entre brasileiros do Grupo G da Libertadores, o Atlético-MG virou sobre o Athletico-PR e superou o xará por 2 a 1, na noite desta terça-feira (23).

No Mineirão, pela quarta rodada da fase de grupos, o time mineiro saiu atrás no placar, porém Paulinho, duas vezes, comandou a remontada mineira, conquistando a segunda vitória seguida, respirando na competição continental.

Paulinho foi o herói do Galo
Paulinho foi o herói do Galo Paulinho foi o herói do Galo

Por sua vez, o paranaense perdeu a chance de se classificar antecipadamente para as oitavas de final.

O Atlético-MG devolveu o placar sofrido na segunda rodada da chave, quando, na Arena da Baixada, o time paranaense levou a melhor, também por 2 a 1.

Continua após a publicidade

Agora o time mineiro soma seis pontos e aparece em segundo lugar, mas pode ser ultrapassado pelo Alianza Lima-PER, que ainda joga na rodada. Já o Athletico-PR, apesar da primeira derrota na Libertadores, segue em posição confortável na liderança do Grupo G com sete pontos.

Com a moral lá no alto, o Atlético-MG terá dois jogos fora de casa, contra Alianza Lima-PER e Libertad-PAR, onde ainda não venceu nesta Libertadores, para conquistar a classificação para as oitavas. Enquanto isso, o Athletico-PR terá o destino inverso, com dois jogos em casa, para carimbar a vaga.

Continua após a publicidade

A primeira etapa foi de domínio do time mineiro. Impulsionado pela torcida, Paulinho por pouco não abriu o placar. Bento, no reflexo, evitou o gol.

Os donos da casa ocupavam o campo de ataque, rodavam bem a bola, mas não encontravam espaço para finalizar. O time paranaense buscava a transição rápida, porém não conseguia primeiro encaixar a marcação para roubar a bola e sair em velocidade.

Continua após a publicidade

Aos poucos, o Athletico se acertou defensivamente e conseguiu ter a posse da bola no campo de ataque.

Por sua vez, o Atlético-MG se irritava com a arbitragem de Wilmar Roldán e com os amarelos apresentados para o time mineiro, por matar o contra-ataque. Na reta final, o time da casa voltou a crescer. Aumentando o ritmo, Pavón, no último lance, parou em Bento.

O Atlético-MG voltou aceso do intervalo. Logo com quatro minutos, Hyoran acertou a trave, porém, no minuto seguinte, o Athletico-PR inaugurou o marcador.

Aproveitando o espaço, o time paranaense conseguiu a transição rápida. Canobbio foi lançado por Cuello e ajeitou de cabeça para Christian, que finalizou cruzado. O goleiro Everson soltou a bola nos pés de Alex Santana, que empurrou para as redes, aos cinco minutos.

O xará mineiro buscou a reação imediata. De fora da área, Rubens soltou uma bomba, e Bento fez grande defesa. Pressionando a saída de bola, a reação veio surtir efeito aos 22 minutos, com Paulinho.

Hulk recebeu na área, a bola espirrou em Pedro Henrique e sobrou limpa para o camisa 10 tirar de Bento e deixar tudo igual no Mineirão. Após o empate, o Atlético-MG subiu o tom da pressão e recuou o Athletico-PR no campo de defesa.

De tanto pressionar, o Atlético-MG conquistou mais uma vitória de virada em sua história de Libertadores. Igor Gomes cobrou falta na área, e Paulinho, de novo, apareceu para desviar de cabeça na primeira trave e explodir o Mineirão, aos 41 minutos. Foi o sétimo gol do centroavante, isolando-se na artilharia da Libertadores.

Como voltam a atuar pela Libertadores somente no início do próximo mês, os xarás viram a chave e voltam suas atenções para o Brasileirão. No domingo, o Atlético-MG encara o Palmeiras, às 18h30, no Mineirão. Já o Athletico-PR atua no sábado, às 16h, contra o Grêmio, na Arena da Baixada, pela oitava rodada.

Ficha técnica

ATLÉTICO-MG 2 X 1 ATHLETICO-PR

Atlético-MG - Everson; Mariano (Saravia), Nathan Silva, Jemerson e Rubens (Patrick); Battaglia, Zaracho e Hyoran (Igor Gomes); Pavón (Vargas), Hulk e Paulinho (Edenilson)

Técnico: Eduardo Coudet.

Athletico Paranaense - Bento; Madson, Pedro Henrique (Matheus Felipe), Thiago Heleno e Fernando; Hugo Moura, Erick (Alex Santana) e Christian (Vitor Bueno); Vitor Roque (Cuello), Pablo (Willian) e Canobbio

Técnico: Paulo Turra.

Gols - Alex Santana, aos cinco minutos; Paulinho, aos 22 e 41 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos - Mariano, Pavón e Battaglia (Atlético-MG); Thiago Heleno, Terans, Madson, Canobbio e Pablo (Atlético-MG).

Árbitro - Wilmar Roldán (COL).

Público - 39.683 total.

Renda - R$ 2.224.937,05.

Local - Mineirão, Belo Horizonte (MG).

Racismo contra Vini Jr.: após passar pano, jornais espanhóis embarcam na cobertura com um dia de atraso

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.