Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

'Patrimônio do futebol brasileiro', Nacional-SP completa 100 anos

'Time teve grande influência no país', afirma autor de livro que celebra centenário da história de equipe da zona oeste de São Paulo

Futebol|Guilherme Padin, do R7

Localizado na zona oeste de São Paulo, Nacional completa 100 anos em 2019
Localizado na zona oeste de São Paulo, Nacional completa 100 anos em 2019 Localizado na zona oeste de São Paulo, Nacional completa 100 anos em 2019

Com papel importante na primeira partida oficial de futebol no Brasil, mesmo antes de seu nascimento, o Nacional completa 100 anos neste mês. Tradicional time com sede na Barra Funda (zona oeste de São Paulo), o Nacional tem sua trajetória agora contada em livro. 

Leia também

“Tanto o futebol brasileiro quanto o desenvolvimento da cidade devem muito à SPR (São Paulo Railway) e ao Nacional”, afirma Leandro Massoni Ilhéu, autor de “Nacional - Nos trilhos do Futebol Brasileiro”, que será lançado nesta terça-feira (5), em São Paulo.

VEJA TAMBÉM: Neymar divulga vídeo de recuperação de lesão no pé direito

O jornalista explica que Charles Miller, responsável por trazer o futebol ao Brasil, “introduziu o futebol através da São Paulo Railway”.

Publicidade

Primeira ferrovia do Estado de São Paulo, a SPR foi instalada no Brasil em 1867. Com a necessidade de se criar uma recreação entre os funcionários, Miller os convocou, além de outros ingleses que trabalhavam em uma empresa de gás da cidade, para realizar a primeira partida organizada de futebol, em 14 de abril de 1895.

'A história do futebol brasileiro se liga ao Nacional'

(Leandro Massoni)

O jogo entre o time da ferrovia contra os ingleses terminou com vitória por 4 a 2 para a SPR. Daquela partida nasceu o São Paulo Railway Athletic Club, que existiu até 1919, ano da fundação do Nacional, como explica Leandro.

Publicidade

“SPR e Nacional são o mesmo time. Com o encerramento da concessão dos direitos da ferrovia, o clube, fundado em 1919, não tinha mais necessidade de continuar jogando com esse nome. Fizeram um plebiscito para escolher o novo nome”, conta ele.

“As opções eram Bandeirantes, Ferroviária e Nacional. Como a ferrovia deixou de ser de empresas e se tornou nacional, optaram por este nome”, acrescenta.

Publicidade

COSME RÍMOLI: Vexame do Santos repercute na Argentina. Sampaoli irritado

Embora hoje atue na Série A2 do Paulista, equivalente à terceira divisão, o Nacional teve papel de protagonista nos primeiros anos do nosso futebol. 

“Na época do Charles Miller, ainda que não tenha sido profissional, o Nacional — ou SPR — teve grande influência no futebol nacional, e é por isso que ele é tão importante”, diz Massoni. “A história do futebol brasileiro se liga ao Nacional”, completa.

Livro começou em faculdade e é homenagem a amigo

O livro começou com um TCC (trabalho de conclusão de curso), no último ano de Leandro Massoni na faculdade, em 2012.

Após indefinições sobre o tema do trabalho, o grupo decidiu por um documentário sobre o Nacional. “Fiz algumas pesquisas e vi que tinha uma história interessante”, conta Massoni, que considerou que [a trajetória do Nacional] “tem tudo a ver com a ferrovia SPR, com a cidade e seu crescimento econômico, com a vinda de imigrantes ingleses”.

“Depois do documentário, o vice-presidente do clube, Edison Gallo, nos convidou para escrever o livro. Seríamos eu e o Paulo Roberto [da Ascensão, amigo participou do TCC]. Tivemos algumas discordâncias no desenvolvimento do trabalho e ele acabou abandonando o projeto”, conta Leandro.

Amigo de Leandro e colega de TCC, Paulo Roberto, que sofria com depressão, faleceu após sofrer um AVC no ano passado.

PENSÃO VITALÍCIA: Mesmo preso, Marin recebe R$ 20 mil por mês do Estado

“Quando estava no velório dele, fiz uma promessa a mim mesmo de que dedicaria o livro a ele. E também ao John Mills [historiador de futebol e um dos entrevistados no livro], que morreu no ano passado”, relata o autor.

Nacional, na atualidade

O Nacional, que atuou na primeira divisão do Campeonato Paulista por 22 temporadas, foi rebaixado em 1959 e nunca mais voltou à elite. Desde então, migra entre a segunda e a quarta divisões do futebol estadual.

Após ficar de 2001 a 2007 na Série A2, foi rebaixado ano após ano até chegar à Segunda Divisão (equivalente à quarta divisão, em São Paulo), na qual ficou entre 2010 e 2014.

A partir daquele ano, ascendeu para a Série A3, foi campeão em 2017 e esteve entre os cinco primeiros colocados na Série A2 de 2018, ficando a uma posição ir às semifinais e lutar por um retorno à elite após 60 anos.

Apesar da recente ascensão, o Nacional ainda está longe de viver seus melhores anos — o clube chegou a ser o quarto colocado do Paulistão, em 1939.

Massoni, que nos últimos anos estudou e acompanhou muito a rotina da equipe, credita os maus momentos nas últimas décadas a más gestões — “não souberam trabalhar com marketing”, segundo ele — e a uma falta de ajuda de entidades do esporte no país: “As federações — paulista e a CBF — ajudam muito pouco os pequenos. É um clube com tanta história e tradição, e tinha tudo para ser um time do patamar do que era a Portuguesa, ‘um mediano’ que disputasse o Brasileiro”.

SITUAÇÃO DELICADA: 'Estou desesperado', diz pai de Sala após avião ser encontrado

Capa de 'Nacional - Nos trilhos do Futebol Brasileiro'
Capa de 'Nacional - Nos trilhos do Futebol Brasileiro' Capa de 'Nacional - Nos trilhos do Futebol Brasileiro'

Sobre o aspecto futebolístico, ele acredita que houve melhora. “Comecei a acompanhar o Nacional em 2012. Naquele ano, vi vários jogos. O clube estava numa draga”, relembra ele. “De lá pra cá, houve uma baita evolução. Hoje o Nacional está bem, em relação a como esteve em 2009 e 2012”, completa.

Serviço

O livro “Nacional - Nos trilhos do Futebol Brasileiro” será lançado na terça-feira (5), na Livraria Martins Fontes (Avenida Paulista, 509), a partir das 19h.

Para mais informações, o autor disponibiliza seu e-mail — massoni.leandro@gmail.com — para contato.

Relembre craques brasileiros que fracassaram no futebol europeu

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.