Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Palmeiras contra Felipão em mata-mata? Relembre a última vez

Técnico assumiu o Athletico-PR, nesta temporada, e enfrentará o Palmeiras, pela semifinal da Libertadores, nesta terça-feira (30)

Futebol|Do Live Futebol BR


Felipão comemora o gol do Athletico-PR diante do Palmeiras pelo Brasileirão no Allianz Parque
Felipão comemora o gol do Athletico-PR diante do Palmeiras pelo Brasileirão no Allianz Parque

O Palmeiras irá para um embate contra o Athletico-PR, pela semifinal da Libertadores, nesta terça-feira (30), às 21h30 (de Brasília), na Arena Baixada, em Curitiba. Na beira do campo estará um adversário pouco usual em mata-mata: Luiz Felipe Scolari - aconteceu pela última vez em 2001.

Felipão passou em três oportunidades pelo Verdão (1997-2000, 2010-2012 e 2018-2019). Atualmente, é o segundo técnico que mais dirigiu o Alviverde com 485 partidas - outros recordes foram quebrados ou igualados por Abel Ferreira.

Há 21 anos, o Palmeiras enfrentava o Cruzeiro, pelas quartas de final da competição sul-americana e os paulistas, treinados por Celso Roth, superaram a Raposa, de Scolari, no estádio do Mineirão, depois de dois empates no tempo normal.

O que não se sabia é que essa seria a última oportunidade de ver até então o vencedor da Libertadores de 1999, com o Verdão, diante do Deportivo Cali (Colômbia), como um rival. Isso muito por conta da sua carreira ter ser tornada internacional ao sair dos cruzeirenses.

Publicidade

Antes disso, o atual comandante do Athletico-PR, havia levado a melhor sobre os palmeirenses no maior torneio do continente. À época, Luiz Felipe Scolari não tinha defendido as cores verde e branca. Dirigindo o Grêmio, em 1995, foi campeão e deixou para trás o Palmeiras, nas quartas de final, depois de uma goleada por 5 a 0, em Porto Alegre, e uma derrota por 5 a 1, no antigo Parque Antarctica.

"Então eu torci [quartas entre Palmeiras e Galo], sim, até porque o Palmeiras é um clube que eu já treinei três vezes e, nas três vezes, todas tiveram títulos e todas foram marcantes. E aí a gente tem de escolher um lado. E meu coração, de vez em quando, é um pouquinho azul, um pouquinho verde. Deverão ser dois duelos muito bonitos em que nós teremos uma possibilidade muito grande de conquistar aquilo que sonhamos, que é uma final", salientou Felipão na coletiva de imprensa, depois de eliminar o Estudiantes, da Argentina.

Saiba os clubes que mais gastaram até aqui na janela de transferências

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.