Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Na mira do STJD, Corinthians repudia cantos homofóbicos da torcida

O árbitro Bruno Arleu de Araújo relatou tudo na súmula do clássico contra o São Paulo e o clube pode ser punido

Futebol|Do Live Futebol BR

Torcida do Corinthians soltou cantos homofóbicos contra o São Paulo
Torcida do Corinthians soltou cantos homofóbicos contra o São Paulo Torcida do Corinthians soltou cantos homofóbicos contra o São Paulo

O Corinthians corre o risco de ser punido pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por causa dos cantos homofóbicos da torcida durante o clássico contra o São Paulo, no último domingo (14), na Neo Química Arena.

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

O árbitro carioca Bruno Arleu de Araújo relatou na súmula que a partida foi paralisada aos 18 minutos do segundo tempo por causa dos gritos homofóbicos da torcida, que continuaram mesmo com o pedido do clube, através do sistema de som e do telão, para que fossem encerrados.

Publicidade

Leia também

"Informo que aos 18 minutos do 2 tempo paralisei a partida por 2 minutos devido gritos homofônicos da torcida "vamos corinthians dessas b***** teremos que ganhar". Sendo informado no som e no telão do estádio para que os gritos cessassem, mesmo assim a torcida continuou gritando efusivamente, e após os gritos cessarem a partida foi reiniciada. Fato esse comunicado ao delegado da partida e ao chefe do policiamento", relatou o árbitro.

Tudo indica que o Corinthians será denunciado pelo STJD no artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por "praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência".

Publicidade

A punição mais esperada é uma multa de R$ 100 a R$ 100 mil, mas o Corinthians corre o risco de perder três pontos pelo fato dos gritos homofóbicos terem sido praticados por um considerável número de pessoas.

Clube se posiciona

Publicidade

Através de uma nota oficial, o Corinthians repudiu os cantos homofóbicos por parte dos seus torcedores durante o clássico contra o São Paulo e pediu que isso não seja mais repetido na Neo Química Arena.

"O Corinthians volta a repudiar veementemente os cantos homofóbicos relatados na súmula do jogo deste domingo (14/5). Como sempre, o clube alerta continuamente sua torcida, por meio de suas redes sociais e do sistema de som e de telões da Neo Química Arena, com esclarecimentos aos torcedores quanto a ilegalidade dessas condutas. E mais uma vez insistimos com nossa Fiel Torcida para que cessem com atos como esses em nossa arena", diz a nota oficial do clube.

Publicidade

Garagem de Agüero tem carro de James Bond e veículo de R$ 2,2 milhões nunca usado; confira

" gallery_id="6453fbca416eb9796900097a" url_iframe_gallery="esportes.r7.com/futebol/na-mira-do-stjd-corinthians-repudia-cantos-homofobicos-da-torcida-15052023"]

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.