Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Luxemburgo pede 'paciência' após queda na Libertadores; torcida protesta no Equador

Torcedores presentes em Quito cobraram os jogadores depois da goleada sofrida para o Independiente del Valle

Futebol|Do Live Futebol BR


Vanderlei Luxemburgo ainda não conseguiu uma sequência de bons resultados
Vanderlei Luxemburgo ainda não conseguiu uma sequência de bons resultados

Abatido com a eliminação na fase de grupos da Copa Libertadores, com uma rodada de antecedência, Vanderlei Luxemburgo pediu paciência aos torcedores do Corinthians depois da derrota para o Independiente del Valle, por 3 a 0, nesta quarta-feira (7), no Equador.

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

"Temos um jogo em casa e agora é pedir ao torcedor para que tenha paciência. Ele quer ver o time ganhar, mas vamos chegar em cima, um jogo que exige uma concentração maior, um desgaste de viagem. Vamos pensar na vitória, tentar respirar e sair da zona da confusão", disse Luxemburgo, se referindo ao jogo de sábado (10), contra o Cuiabá, na Neo Química Arena, pelo Brasileirão.

Publicidade

Leia também

Paciência, porém, foi o que não tiveram os corintianos presentes no Estádio Banco Guayaquil, em Quito. Membros de torcidas organizadas cobraram os jogadores na saída do gramado e Cássio foi até eles para conversar. O zagueiro Gil e o atacante Yuri Alberto foram os principais alvos.

Agora, as atenções do Corinthians estão voltadas para o Brasileirão, onde está na beira da zona de rebaixamento, com apenas nove pontos em oito rodadas. Depois do jogo contra o Cuiabá, neste sábado (10), o Timão vai ter 11 dias livre por causa da Data-Fifa.

Publicidade

"Fizemos bons jogos, outros não fomos bem. Mas é colocar o processo em prática. Agora serão dez dias para trabalhar parte fisica, técnica e tática para preparar a equipe para jogar futebol", afirmou o treinador.

Luxemburgo vai ter pouco dias para preparar o time diante do Cuiabá, mas existe a possibilidade de fazer mudanças depois da atuação ruim no Equador.

Antony, Daniel Alves, Cuca e mais: relembre atletas acusados de violência contra mulheres

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.