Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Gianluca Vialli, ex-jogador italiano, morre, aos 58 anos, de câncer

Ex-atacante teve projeção na Sampdoria, mas ganhou a Liga dos Campeões pela Juventus e atuou pelo Chelsea, da Inglaterra

Futebol|Do R7, com AFP


Gianluca Vialli atuou como auxiliar de Roberto Mancini na conquista da Eurocopa de 2021
Gianluca Vialli atuou como auxiliar de Roberto Mancini na conquista da Eurocopa de 2021

O ex-atacante italiano Gianluca Vialli morreu, aos 58 anos, nesta sexta-feira (6), por causa de um câncer no pâncreas, anunciou a Sampdoria, um dos clubes pelos quais o atleta passou ao longo da carreira.

Vialli, que também jogou na Juventus e no Chelsea, foi diagnosticado em 2017 com a doença.

Na Eurocopa de 2021, o ex-jogador atuou como auxiliar de seu ex-companheiro de Sampdoria, Roberto Mancini, e levou o time italiano ao título em Wembley.

"Vamos nos lembrar de você como um menino e um centroavante implacável", escreveu a Sampdoria em seu site.

Publicidade

Leia também

Com o time da região de Gênova, Vialli foi campeão da Recopa em 1990 e do campeonato italiano em 1991 e chegou à final da Copa dos Campeões da Europa em 1992, perdida para o Barcelona.

Com a Juventus, ele conseguiu levantar a Liga dos Campeões em 1996, antes de assinar com o Chelsea, onde foi jogador-treinador em 1998. Vialli se aposentou um ano depois.

Publicidade

Convocado pela seleção da Itália em 59 ocasiões, Vialli marcou 16 gols. Não conquistou nenhum título, o que conseguiu como assistente de Mancini, seu grande amigo da Sampdoria, a quem abraçou, muito emocionado e de forma demorada, após a cobrança de pênaltis vencida contra a Inglaterra, que valeu o título da Eurocopa.

"Adeus, Gianluca, sempre nos lembraremos de você", postou o time italiano em sua conta no Twitter.

'O prazer de surfar independe do tamanho da onda', dizia brasileiro que morreu em Nazaré

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.